Atualidade

Portugal em ‘Situação de Alerta’ devido a incêndios até terça-feira

publicidade

O país estará em ‘Situação de Alerta’ entre segunda e terça-feira devido ao risco de incêndio, já que as previsões de tempo quente e seco aumentam o risco de fogo nos próximos dias, decisão tomada pelo Governo este domingo.

A Situação de Alerta entra em vigor às 00h00 do dia 27 de julho, de segunda-feira, e termina às 23h59 do dia 28 de julho, terça-feira, segundo informou a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

«Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio rural, os ministros da Administração Interna e do Ambiente e Ação Climática determinaram este domingo a Declaração da Situação de Alerta em todo o território do Continente» refere um comunicado do gabinete do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

Esta declaração decorre da necessidade de adotar medidas preventivas e especiais de reação face ao risco de incêndio máximo e muito elevado previsto pelo IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera — na maioria dos concelhos do continente nos próximos dias, lê-se na nota.

No âmbito da declaração da situação de alerta, prevista na Lei de Bases de Proteção Civil, serão implementadas várias medidas, entre elas a «proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem».

Fica ainda proibida a realização de queimadas e queimas de sobrantes de exploração bem como a utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, bem como «a suspensão das autorizações que tenham sido emitidas nos distritos onde tenha sido declarado o Estado de Alerta Especial de Nível Laranja ou superior pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui