Portugal com duas Fundações finalistas no concurso europeu ‘Focus Philantropy’

Fundação LIGA e a Fundação Oriente são as duas finalistas portuguesas

Foto Fundação Liga - Espectáculo «No Silêncio da Primeira Onda» - DR
publicidade
Tempo de Leitura: < 1 minuto

A Fundação LIGA e a Fundação Oriente são as duas finalistas portuguesas no concurso europeu ‘FOCUS: Philanthropy’ entre trinta finalistas a nível europeu de países como Áustria, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Irlanda, Itália, Noruega, Roménia, Rússia, Sérvia, Espanha, Suíça, Turquia e Ucrânia.

O projeto ‘Focus Philantropy’ visa a recolha de foto-histórias das fundações na Europa.

Os três finalistas da iniciativa da DAFNE – Donors and Foundations Networks in Europe vão ser anunciados no dia 1 de Outubro, Dia Europeu das Fundações.

No caso da Fundação LIGA, a fotografia eleita é um momento do espectáculo «No Silêncio da Primeira Onda», da Plural Companhia de Dança, da autoria de Elisabeth Vieira Alvarez, captada no Teatro Municipal São Luiz, no Festival Inart 2019.

A história que a ilustra é da autoria da Fundação LIGA, com o título «A Dança no Plural:

A dança enquanto expressão artística num palco plural, um palco inclusivo que se quer, tal como a arte, livre de preconceitos ou de amarras».

A Plural, nasceu há 25 anos, e é uma companhia de dança que rompeu com paradigmas, sendo pioneira na criação da dança inclusiva em Portugal.

A foto da Fundação Oriente retrata a questão do albinismo em Moçambique, onde muitas pessoas continuam a acreditar em mitos e superstições. Há ainda vários relatos aterrorizadores sobre rituais e actos de violência sobre recém-nascidos albinos, devido à crença de que estes detêm poderes sobrenaturais, tornando o seu nascimento uma maldição para a família e respectiva comunidade.

A foto ilustra o envolvimento familiar promovido pela Missão Kanimambo que tem o apoio da Fundação Oriente, e cujo objectivo é garantir que as crianças albinas crescem em segurança e com o mesmo acesso à educação.

Foto Fundação Oriente versa o problema das crianças albinas em Moçambique – DR

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome