Portugal apoia índios no Brasil com campanha internacional

"Além da pressão e denúncia no Brasil e no exterior, os povos indígenas precisam de assistência médica e alimentar para enfrentar a pandemia".

publicidade
Tempo de Leitura: < 1 minuto

A campanha internacional “Covid19 – SOS Povos Indígenas do Brasil” tem o objetivo de apoiar os povos indígenas do Brasil, que estão a ser “dizimados pela chegada da covid-19, associada a uma desassistência em saúde e a proteção dos territórios pelo Estado”, informam os promotores da iniciativa.

Esta é uma junção de ativistas que conta com a organização do Fórum Indígena Lisboa, Coletivo Andorinha – Frente Democrática Brasileira em Lisboa, Reflorestar Portugal – Associação Salve e Greve Climática Estudantil – Pico.

A campanha será lançada amanhã (domingo), e o comunicado refere que “é preciso uma grande reação internacional para impedir que povos e culturas sejam destruídos. Além da pressão e denúncia no Brasil e no exterior, os povos indígenas precisam de assistência médica e alimentar para enfrentar a pandemia“.

Todos os cidadãos podem participar na campanha com doações para a Associação Reflorestar Portugal. A loja Urucum também disponibiliza artigos para que a venda seja revertida para a campanha, ao descontar impostos.

publicidade

1 COMENTÁRIO

  1. Todos sabemos que os indígenas da Região amazonica precisam de ajuda e os restantes que existem na Venezuela, Bolivia, Suriname ou será que Amazónia e só BRASIL, ELA É BEM MAIS EXTENSA.
    O que leva a convcluir mais uma vez que não é para apoiar os INDIGENAS BRASILEIROS mas sim uma perseguição a alguém eleito democraticamente pelo povo BRASILEIRO ao contrário do nosso Governo Socialista que fez um assalto ao Poder com a conivência dos comunas e Bloco de ESTERCO para apoiar um parasita que nunca devia ter sido libertado da prisão DE NOME LULA UM LADRÃO NOJENTO
    É este governo que passa ajudar toda as pessoas estrangeiras como CABO VERDE, ANGOLA, GUINÉ BISSAU, Se dedicasse ajudar os portugueses pobres alguns com reformas de miséria que nem dinheiro tem para medicamentos.
    Senhor 1 ministro tenha vergonha nessa cara e se demita pois já mete nojo as suas atitudes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome