Setúbal

Populares protestaram na Câmara de Setúbal contra dragagens no Sado

- publicidade -

Em resposta ao apelo que o Movimento SOS Sado realizou para que os setubalenses contra as dragagens no Sado estivessem presentes na reunião camarária desta quarta-feira, alguns populares deslocaram-se ao edificio.

No entanto, à entrada, terão sido informados que a lotação da sala estava esgotada, não lhes sendo permitida a entrada e intervenção na reunião, o que levou a que os populares se manifestassem na escadaria do edifício, conforme demonstram vários vídeos que têm sido partilhados nas redes sociais.

Entre palavras de ordem como «Custe o que custar / Doa a quem doer / O rio Sado é para defender», os populares protestaram assim contra o projecto de dragagens no rio Sado.

Ontem, conforme o Diário do Distrito noticiou, o Movimento Cívico SOS Sado emitiu um comunicado no qual esclarecia várias situações ocorridas ao nível dos tribunais, entre elas a suspensão provisória das dragagens no rio Sado por ordem do tribunal.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo