Almada

População da Trafaria exige serviço de multibanco «estável e seguro»

publicidade

Um grupo de cidadãos residentes na Trafaria, Almada, iniciaram uma petição online, intitulada «Por um serviço de multibanco seguro e estável para a população da Trafaria» que conta com 109 assinaturas, onde solicitam à Junta da União de Freguesias de Caparica e Trafaria a implementação de um serviço de multibanco «seguro e acessível».

Actualmente a população da Trafaria apenas tem acesso a um terminal multibanco no interior da estação fluvial, com acesso condicionado aos horários do serviço, depois do encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos «e mais recentemente, a 6 de maio, o único multibanco acessível 24 horas ficou indisponível» refere a petição.

No documento pode ler-se que «a Trafaria, pequena terra de origem piscatória na margem sul da foz do Tejo, tem sido constantemente marginalizada de vários serviços essenciais à população.

A realidade não é nova e tem se tornando recorrente, mas dada a crise pandémica que vivemos, esta situação torna-se especialmente grave, não só porque obriga a população, principalmente a idosa, a deslocar-se para outros locais, mas também porque a expõe a um multibanco utilizado por muitas mais pessoas.

Em tempos normais, a existência de apenas um multibanco disponível 24 horas já é insuficiente, mas atendendo que nos próximos meses são necessárias normas de maior distanciamento social e que a Estação da Transtejo é um dos locais de mais fluxo de pessoas na Trafaria, esta inexistência agrava-se.

Sabemos que não compete à Junta de Freguesia a colocação de qualquer terminal multibanco, mas recairá, sempre, sobre ela a responsabilidade de representar a população.

Sabemos também que a Caixa Geral de Depósito detinha o multibanco num edifício da Junta de Freguesia pelo que o espaço estará atualmente disponível e poderá ser um potencial local para um novo terminal.

Por fim, acreditamos que a Junta de Freguesia não tem tido uma atitude visivelmente proativa na defesa dos interesses dos trafarienses, numa altura especialmente complicada num território especialmente vulnerável, pelo que consideramos tomar uma atitude enquanto cidadãos livres de um Estado de Direito Democrático.

Este abaixo-assinado serve para reivindicar não só a manutenção do terminal existente, mas também a existência de um segundo terminal disponível 24 horas, como outrora existia na Trafaria (junto ao Posto Territorial da GNR).

Serve também para exigir à Junta da União de Freguesias de Caparica e Trafaria, a colocação de dispensadores de álcool gel junto dos terminais existentes.»

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui