AtualidadeDestaqueSetúbal

Politécnico de Setúbal vence Concurso Poliempreende

IPS venceu duplamente a competição nacional de ideias de negócio.

- publicidade -

Na 17ª edição do  Poliempreende, competição nacional de ideias de negócio que assenta na maior rede de promoção do empreendedorismo no ensino superior, constituída por 18 politécnicos e três escolas politécnicas das universidades, o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) foi o grande vencedor.

Este ano, a competição abarcava dois anos, 2020 e 2021, e o IPS saiu duplamente vencedor.

“MenuAI”, projeto na área da Inteligência Artificial (AI) que visa aliar a tecnologia aos desafios da gestão de informação no setor da restauração, foi distinguido como 1º prémio (2021), reconhecendo a ideia inovadora de João Santos, diplomado e docente da Escola Superior de Tecnologia de Setúbal (ESTSetúbal/IPS), em equipa com Guilherme Tavares, diplomado do ISCTE.

A solução“Increas”, para o desenvolvimento de biossensores, colocados numa cadeira de escritório, que permitem assimilar e tratar dados variados (da postura aostress), acessíveis através de uma plataforma, recebeu o 3º prémio (2020). A ideia premiada foi desenvolvida por Diogo Alves, João Monteiro e Micael Alves, licenciados em Tecnologia Biomédica, também pela ESTSetúbal/IPS.

João Santos descreveu o projeto de negócio “MenuAI” como uma “aposta na digitalização dos restaurantes”, com base numa ferramenta capaz de“através de uma simples foto do menu, conseguir extrair toda a informação de texto, tornando mais fácil a integração nas diversas plataformas online disponíveis”, como o Trip Advisor, Zomato, Glovo e Uber Eats, entre outras. Atualmente, esclarece, torna-se necessário “inserir todos os produtos manualmente ou usar um template Excel específico, o que torna o processo muito complicado e moroso”.

A dupla vencedora recebeu o valor pecuniário de 10 mil euros, atribuído pelo Santander Universidades, que vai ser usado para reforçar a equipa e a capacidade de processamento de dados.

O histórico do IPS na concurso é louvável, com  dois primeiros lugares, em 2017 (projeto Ilegal) e 2010 (projeto Smartpaint), e dois terceiros lugares, em 2018 (projeto BeGold), e em 2013 (projeto Play4Edu).

Os dois prémios agora alcançados demostram a excelência científica das formações e reconhecem a estratégia do IPS na promoção de uma cultura empreendedora junto dos estudantes”, disse Pedro Dominguinhos, presidente da Instituição de Ensino Superior.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo