JustiçaSetúbal

Polícia Marítima realizou fiscalização no Parque Marinho Professor Luiz Saldanha em Setúbal

publicidade

O Comando-local da Polícia Marítima de Setúbal realizou ontem uma operação de fiscalização dirigida às atividades ilegais nas águas do Parque Marinho Professor Luiz Saldanha, integrado no Parque Natural da Arrábida, que resultou na deteção de incumprimentos relativos a normas de segurança, na apreensão de artes de pesca e na deteção de um mariscador em atividade ilegal.

​Nesta operação foram vistoriadas três embarcações de pesca que se encontravam em faina na zona de proteção complementar, junto ao Cabo Espichel, tendo sido detetados incumprimentos relativos a normas de segurança.

Registou-se ainda a deteção de uma caçada com diversos panos de redes de emalhar, fundeada em pleno Parque Marinho, sinalizada irregularmente e sem qualquer identificação, sobre a qual foram efetuadas diligências no local, não tendo sido possível apurar o responsável pela mesma, procedendo-se à sua recolha e apreensão.

Ainda no decurso da mesma ação foi localizado um mariscador na zona rochosa da arriba, junto à linha de água, local onde é proibida a apanha de organismos marinhos, que ao se aperceber da presença dos agentes da Polícia Marítima, abandonou o local iniciando uma escalada da falésia, colocando-se em risco.

A Polícia Marítima, através do contacto com o homem, conseguiu que o mesmo descesse pelos próprios meios, em segurança, tendo devolvido todo o produto da apanha ao seu habitat natural.

Alerta-se que sejam evitados estes comportamentos de risco, devido ao perigo desta atividade ilegal e em zona de acesso muito perigoso, na qual muitas vezes é colocada a própria vida em risco.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui