Almada

Polícia Marítima apreendeu cerca de 630kg de amêijoa “pé-de-burro” em Almada

- publicidade -

Numa ação de fiscalização e policiamento dirigida à atividade ilegal de captura e comercialização de bivalves no estuário do rio Tejo, na zona ribeirinha do Caramujo, Almada, realizada na tarde de segunda-feira pelo Comando-local da Polícia Marítima de Lisboa, foram apreendidos cerca de 630kg de amêijoa, duas viaturas comerciais e uma arte de pesca.

Durante esta ação, foram intercetadas e fiscalizadas duas viaturas comerciais, tendo-se constatado que no seu interior constavam cerca de 630kg de amêijoa “pé-de-burro”, já devidamente acondicionados, e uma arte de pesca denominada “ganchorra” rebocada, cuja utilização é proibida no estuário do rio Tejo.

Verificou-se igualmente que os proprietários não se faziam acompanhar do Documento de Registo de Moluscos Bivalves.

Foram elaborados os respetivos autos de notícia tendo sido apreendidas, como medida cautelar, as duas viaturas comerciais, uma arte de pesca denominada “ganchorra” rebocada, bem como os cerca de 630kg de amêijoa “pé-de-burro” que, por ainda se encontrar viva, foi devolvida ao seu habitat natural.

No local estiveram também presentes elementos da PSP de Almada.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui