AtualidadeJustiça

Polícia Marítima apreendeu 500kg de ameijoa-japonesa no estuário do Tejo

publicidade

O Comando-local da Polícia Marítima de Lisboa realizou ontem, 5 de agosto, entre as 21h30 e as 02h15, uma ação de fiscalização e policiamento dirigida à atividade da captura e comercialização de bivalves na zona do Mouchão de Alhandra, no estuário do rio Tejo.

Desta ação, resultou a interceção e fiscalização de uma embarcação de pesca local, com dois indivíduos a bordo, os quais se encontravam a efetuar o transbordo de amêijoa-japonesa para uma viatura comercial já carregada com cerca de 500kg destes bivalves, acondicionados no seu interior sem os respetivos documentos e em zona onde a apanha é proibida.

Devido à prática ilegal desta atividade, foram apreendidas a viatura comercial, a embarcação de pesca e uma arte de pesca denominada ganchorra, bem como os 500kg de amêijoa-japonesa, que por se encontrar viva foi devolvida ao seu habitat natural.

Foi levantado o respetivo auto de notícia, que dará origem à instauração de um processo de contraordenação, ficando os bens apreendidos à ordem do mesmo.

Ainda durante esta ação foram apreendidas oito artes de pesca denominadas ganchorras, que se encontravam nas imediações do rio Tejo, as quais apresentavam características ilegais, desconhecendo-se o proprietário.

Para esta ação foram empenhados seis elementos da Polícia Marítima, uma viatura ligeira e uma viatura de transporte de material.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui