Internacional

Polícia espanhola investiga ataque racista no Metro de Madrid

Três jovens insultaram um casal de estrangeiros que viajava na mesmo composição. As frases racistas e o vídeo estão a ser investigados pela polícia espanhola.

publicidade

A Polícia Nacional espanhola está a investigar um caso de racismo que se passou na Linha 4 do Metro de Madrid, quando um casal é insultado por três jovens com frases como “Porra de panchito. Tu és um produto de uma camisinha quebrada, na selva eles não têm camisinhas”. As autoridades dizem que a suposta agressão racista foi praticada contra um casal de origem sul-americana e que para além das palavras também cuspiram sobre o casal.

O vídeo foi transmitido nas redes sociais, as três mulheres são vistas a insultar o casal com várias frases racistas, mas também ameaçam quem está a filmar toda a situação.

Uma das jovens levanta-se e retira a máscara que é obrigatória o seu uso em Espanha também, e com uma atitude ameaçadora, ameaça a mulher.

A situação ocorreu entre as estações Arturo Soria e Esperanza, as imagens rapidamente foram entregues à Polícia Nacional, que está a trabalhar nas investigações, já identificou as autoras deste crime.

Isabel Díaz Ayuso, presidente da Comunidade em Madrid já veio defender o casal que foi vítima da agressão.

“Aquel casal de “panchitos” está em casa: Madrid. Esse ódio não é Madrid. Madrid é plural, aberta e a casa de todos os hispano-americanos, que são nossos irmãos”, escreveu a líder madrilena na sua conta de twitter.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui