CulturaDesportoEconomiaEducaçãoPaísPolíticaSesimbra

Plano de intervenção Comunidades em Ação – Operações integradas metropolitanas também vão atuar em Sesimbra

- publicidade -

No Mosteiro de São Dinis e São Bernardo, em Odivelas, foi assinado o plano de intervenção Comunidades em Ação – Operações integradas metropolitanas. O plano pretende promover a inclusão social de comunidades da área metropolitana de Lisboa que vivem em situação de carência. Na assinatura deste plano, que vai ser comparticipado com fundos do PRR, esteve presente a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva e do presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, Francisco Jesus.

Para além deste plano, os fundos do PRR para as autarquias vão estar alocados para construção ou aquisição de habitação pública, para renda apoiada ou reabilitação de habitação social. O município tem várias candidaturas para estas verbas. O financiamento será de 100% pela candidatura apresentada. Após a assinatura deste acordo, o executivo municipal prepara-se para começar os trabalhos programados.

Intervenções vão acontecer no Castelo e na Quinta do Conde

No concelho de Sesimbra, as intervenções vão decorrer nas freguesias do Castelo e da Quinta do Conde. Cada uma destas freguesias terá uma dotação de 2.75 milhões para as diferentes intervenções que vão ser feitas até ao ano de 2026. Será um total de 5.5 milhões de euros para o concelho de Sesimbra. O anúncio destes fundos tem levantado furor nas redes sociais, com os munícipes a pedirem diferentes intervenções nas freguesias onde vivem.

Um dos pedidos feitos era algo para a aldeia de Alfarim, que segundo os munícipes está esquecida nesta lista de intervenções que pretende agradar a todos. Em relação a iluminação pública no concelho, 70% é realizada graças a luz leds. Da lista apresentada, destaca-se a construção de uma nova biblioteca na Quinta do Conde (com um orçamento de 947.000€), um novo Centro de Saúde também na Quinta do Conde, a mudança dos pisos de campos de futebol, um novo Auditório no Parque Augusto Pólvora (este também terá uma cafetaria. Estas construções terão um custo de 280.700€) ou a requalificação do exterior do bairro da Almoinha (com um orçamento superior a 277.500€).


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *