AçoresCrime

PJ prende dois suspeitos envolvidos em esquema de 4 milhões de euros nos Açores

- publicidade -

A Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), da Polícia Judiciária, deteve dos suspeitos que ficaram em prisão preventiva, um homem e uma mulher, pela “prática dos crimes de peculato, falsificação de documento e branqueamento, em processo crime cuja investigação corre termos no DIAP Regional de Lisboa”, explica a nota de imprensa da PJ.

“Os detidos com 55 e 75 anos de idade, um deles administrador judicial, arquitetaram um plano criminoso visando a apropriação de 4 milhões de euros, pertencentes à massa insolvente de uma sociedade sediada na Região Autónoma dos Açores”, completa.

Os alegados criminosos simulavam contratos, “visando o suposto investimento da massa insolvente em produtos financeiros não discriminados, de capital garantido, bem como em investimentos imobiliários”, completa.

“Os 4 milhões de euros chegaram efetivamente a ser creditados na conta bancária de um dos detidos, sendo que apenas as suspeitas quanto à licitude da operação, atempadamente comunicadas à UIF, impediram o seu envio para contas de terceiros e subsequente utilização efetiva”, conclui.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui