Justiça

PJ faz cinco detenções no Ministério da Defesa por crimes de corrupção

- publicidade -

Foram detidas esta terça-feira cinco pessoas pertencentes a uma direcção-geral do Ministério da Defesa, entre as quais um alto quadro do Estado, cuja identidade ainda se desconhece, no âmbito da operação Tempestade Perfeita, que visa apurar a prática de crimes de corrupção activa e passiva, peculato, participação económica em negócio, abuso de poder e branqueamento.

A Polícia Judiciária (PJ) informou via comunicado que executou 59 mandados de busca, dos quais 29 buscas domiciliárias e 30 buscas não domiciliárias, visando a recolha de “elementos probatórios complementares e relacionados com suspeitas de práticas criminosas no exercício de funções públicas, sob investigação”.

Durante a acção que se desenvolveu em Lisboa, Porto, Alter do Chão, Almada e Comporta, procedeu-se ainda ao “cumprimento de cinco mandados de detenção fora de flagrante delito e à constituição de 19 arguidos”.

A operação contou com a colaboração de diversas Unidades Nacionais, Directorias, Departamentos de Investigação Criminal e Unidade de Informação Financeira, para além do apoio da Unidade de Perícia Tecnológica Informática e da Unidade de Perícia Financeira e Contabilística, da PJ, tendo participado cerca de 200 investigadores e peritos, para além de um Magistrado Judicial e dois Procuradores da República.

Em causa está uma “investigação criminal cujo objecto visa apurar da eventual prática de crimes de corrupção activa e passiva, peculato, participação económica em negócio, abuso de poder e branqueamento, ilícitos relacionados com adjudicações efectuadas, por parte de Organismo da Administração Central, a diversas empresas, as quais lesaram o Estado português em muitos milhares de euros”.

Os detidos serão agora presentes ao competente Tribunal de Instrução Criminal, para realização do primeiro interrogatório, visando a aplicação de medidas de coacção tidas por adequadas.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *