Parceiros
Mundo

Pizzas congeladas matam em França

Autoridades francesas estão a investigar os casos de morte provocadas pela ingestão de pizzas congeladas.

- publicidade -

As autoridades alimentares francesas iniciaram uma investigação às pizzas da marca Buitoni, vendidas pelo grupo da Nestlé, depois de duas crianças terem morrido após ingerirem aquele alimento e mais de 40 pessoas ficaram doentes com a bactéria E. coli.

A Direção Geral da Alimentação (DGAL), a Direção Geral da Concorrência, Consumo e Repressão à Fraude (DGCCRF) e Direção Geral da Saúde, estão a analisar 75 casos de contaminação pela bactéria, desses casos, 41 são em crianças que desenvolveram a Síndrome hemolitico-urémico (HUS), doença que ataca os rins.

As autoridades francesas ainda estão na fase de determinar se as mortes e as causas a que levou as pessoas a adoecer, se foram efetivamente causadas pela ingestão das pizzas. A empresa que comercializa a marca já apelou também para quem tiver o produto em casa, que o deite imediatamente fora e não o consuma.

Em comunicado, a Nestlé avança que “Gostaríamos de mostrar o nosso apoio às famílias afetadas“, afirmando que a sua prioridade é a qualidade e segurança dos seus produtos. A origem da bactéria está a ser estudada se a mesma está ou não na pizza ‘Fraîch’Up’.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário