Pinhalnovense vence por 4 a 2 num jogo cheio de confiança

Os azuis e brancos ficaram muito confiantes com o resultado que obtiveram nos minutos principais do jogo quando o Sacavenense pouco mais de 10 minutos marcou dois golos

0
109
Diário Imagem
Tempo de Leitura: 1 minuto

A equipa de Luís Manuel entrou nas quatro linhas com força e garra de vencer este jogo em casa, várias oportunidades de golo foram aparecendo e aos 15 minutos, Bandeira inaugura o marcador.

Mas o Pinhalnovense parecia imparável e aos 52’ o capital Alain, faz apontaria ao alvo da baliza dos visitantes e marca num bonito golo. Os festejos dos azuis e brancos fizeram-se nas quatro linhas e fora delas. Diogo Tavares foi outro dos marcadores nesta tarde de domingo, isolando-se e a atirar de cabeças para o canto direito da baliza, não deixando grande margem para a defesa do guardião sacavenense Cardoso que viu entrar a bola nas suas redes.

Mas os jogadores da casa queriam mais e aos 67’ com a combinação de Diogo Tavares com Bandeira o marcador voltou a anunciar mais um golo, com um excelente golo que deixou a defesa dos visitantes a olharem para o fundo das redes.

O Pinhalnovense viria a marcar o quarto da tarde aos 82’ na baliza do Sacavenense. Mas o excesso de confiança viria a “tramar” os azuis e branco com os dois golos nos últimos minutos por parte da equipa visitante. Golos esses marcados por Mota e Paulo Ribeiro, este último a considerar-se um autêntico frango na defesa do Pinhalnovense.

O jogo ficou marcado ainda pelo alongamento do arbitro que deu 4’ de compensação e o jogo só viria a terminar 10 minutos depois.

Os azuis e branco no próximo jogo visitam as ilhas de Angra do Heroismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome