AtualidadeDestaqueDistritoDistrito SetúbalJustiçaPalmelaPinhal Novo

Pinhal Novo: Vizinhos dizem que houve desacatos entre os festivaleiros nos Arraiados

Moradores dos Arraiados acusam as autoridades de nada fazerem quanto aos alertas sobre festa ilegal que se realizou numa moradia na Rua do Ouro.

publicidade

Na última madrugada na Rua do Ouro, Arraiados, na freguesia de Pinhal Novo, uma festa ilegal acabou com vários militares da GNR e inspetores da Polícia Judiciária de Setúbal (PJ) a intervir, na festa e num alegado assalto levado a cabo por 10 indivíduos.

Ao Diário do Distrito, fonte da GNR adiantou que tudo terá acontecido pelas 6h30, afirmando que “fomos alertados para uma festa ilegal e depois acionados para uma ocorrência de assalto no mesmo local“. Mas a versão de alguns populares que são moradores na zona não é de acordo com a versão da GNR, ao nosso jornal tem chegado relatos de que todos os dias terá havido festejos na casa que dizem ter sido alugada para o efeito.

Um morador que quis ficar no anonimato adiantou ao nosso jornal que pelas 5h00 de hoje na rua ainda havia gente a gritar e até na estrada principal havia membros do grupo a passear só em calções, outras versões também apontam para o facto da GNR nada ter feito aquando foram feitas três chamadas para o Posto Territorial de Pinhal Novo, um dos moradores adianta “telefonamos para a GNR e ainda fomos gozados com quem nos atendeu, só vieram cá uma vez e sairam de fininho, depois é que vieram em força por volta das 6h40, penso que aí já teria dado o assalto que o grupo se queixa de ter sido alvo“.

Outro relato também nos chegou de um dos moradores, que diz que por volta das 10h00 a GNR teve que dar tiros para o ar, versão negada pela GNR no contacto que foi realizado pelo Diário do Distrito.

O caso foi entregue à PJ de Setúbal que está a investigar a situação. As autoridades só abandonaram o local por volta das 16h45.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui