AtualidadeMundo

Petição mundial exige criação de Tribunal Internacional para julgar Putin

- publicidade -

O movimento foi gerado a meio de Março e já obteve cerca de um milhão e meio de assinaturas de tudo o mundo, e aspira agora a alcançar os dois milhões.

A campanha exige a criação de um Tribunal Internacional para investigar o presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, e os seus cúmplices pelas suas ações de guerra na Ucrânia.

Entre os que já assinaram a petição estão os antigos primeiros ministros britânicos Gordon Brown e Sir John Major, além de personalidades como o antigo procurador do Tribunal Militar de Nuremberga, Benjamin Ferencz, a advogada e activista de Direitos Humanos, Helena Kennedy QC, e Sir Nicolas Bratza, antigo presidente do Tribunal Europeu de Direitos Humanos.

«Justiça para a Ucrânia – Julgamento para Putin» pretendia um total de um milhão e meio de assinaturas, mas perante a adesão, aspira agora aos dois milhões.

Os signatários querem que seja criado um Tribunal à semelhança do de Nuremberga, que julgou criminosos de guerra ligados a Hitler, para julgar agora os responsáveis pela invasão à Ucrânia.

A petição explica que «este novo tribunal é fundamental para defender não apenas a Ucrânia, mas o mundo inteiro de um ataque que era ilegal desde o momento em que começou».

Actualmente já decorrem investigações sobre os crimes de guerra que estão a ser perpetrados na Ucrânia, pelo Tribunal Criminal Internacional, ao qual a ex-procuradora internacional das Nações Unidas, Carla Del Ponte, já pediu a emissão de um mandado de prisão contra Putin.

«Como cidadãos de todo o mundo, pedimos urgentemente que responsabilize Putin e os seus cúmplices, pessoalmente responsáveis pela invasão ilegal da Ucrânia, criando um novo Tribunal Especial para punir este crime de agressão.

Também pedimos que sejam totalmente apoiadas as investigações realizadas pelo Tribunal Criminal Internacional sobre os supostos crimes de guerra e crimes contra a humanidade na Ucrânia.

Nunca haverá paz sem essa responsabilidade – contamos consigo.»


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *