Petição contra o nome de Salazar das ruas já reúne mais de 400 assinaturas

Corre nas “autoestradas” digitais uma petição para que possam ser retiradas os nomes de ruas que mencionem Salazar. O autor da petição salienta que manter o nome do ditador nas ruas é uma “estranha forma de democracia”.

@DR
publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

São 22 concelhos que terão nas suas ruas o nome de Salazar, nasceu recentemente uma petição que pretende retirar o nome do ditador português das ruas, até agora conta com mais de 400 assinaturas.

A petição é dirigida aos presidentes das Câmaras Municipais e Assembleias Municipais de Ansião, Armamar, Cadaval, Campo Maior, Castelo Branco, Carregal do Sal, Coimbra, Lages do Pico, Leiria, Lisboa, Melgaço, Odemira, Paredes, Penedono, Peniche, Santa Comba Dão, Santarém, Santo Tirso, Tomar, Vila Flor, Vila Nova de Gaia e por fim Viseu.

O autor da petição menciona que “A 25 de Abril de 1974, o Movimento das Forças Armadas, coroando a longa resistência do povo português e interpretando os seus sentimentos profundos, derrubou o regime fascista. Libertar Portugal da ditadura, da opressão e do colonialismo representou uma transformação revolucionária e o início de uma viragem histórica da sociedade portuguesa (…) Recentemente, o debate público sobre a memória política do passado e sobre os monumentos que, no espaço público, recordam, entre outros, factos como o racismo ou a opressão permitiu constatar que existem em Portugal muitos arruamentos, bairros, largos ou praças com o topónimo António de Oliveira Salazar (…) Constata-se que os municípios, onde V. Exas. são os máximos responsáveis autárquicos, ainda manterão arruamentos com tal designação”, diz a petição que pede para que sejam retirados todos os nomes do ditador português das ruas, largos e praças desses 22 municípios.

 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome