CrimeDestaque

Penas de prisão pesadas para pai e madrasta de Valentina

- publicidade -

O pai de Valentina, Sandro Bernardo, foi hoje condenado a 25 anos de prisão, 22 pelo crime de homicídio qualificado, 3 anos por violência doméstica e 18 meses por profanação de cadáver.

Já a madrasta Márcia foi condenada a 18 anos e 9 meses de prisão, também por homicídio qualificado e profanação de cadáver.

O Tribunal de Leiria deu todos os factos como provados e destacou a «brutalidade que raramente se ouve falar sobre a uma criança de nove anos».

O crime ocorreu o ano passado na Atouguia da Baleia, com ambos a terem torturado durante horas a menina de 9 anos, e escondido depois o cadáver numa zona de floresta, indicando às autoridades que a criança teria desaparecido e despoletando várias buscas.

Roberto Rosendo, advogado de Sandro Bernardo, afirmou à saída do Auditório Municipal da Batalha onde decorreu o julgamento, que terá de ler ainda a totalidade do acordão e falar com Sandro, para tomar medidas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui