PCP questionou Governo sobre utilização privada da A26 em Grândola

A utilização para filmagens do troço da A26, entre Grândola Sul e Santa Margarida do Sado, Ferreira do Alentejo, que embora concluida ainda não foi aberta ao tráfego automóvel, levou o PCP a dirigir hoje uma questão ao Governo sobre o assunto.

0
335
Tempo de Leitura: 1 minuto

A utilização para filmagens do troço da A26, entre Grândola Sul e Santa Margarida do Sado, Ferreira do Alentejo, que embora concluida ainda não foi aberta ao tráfego automóvel, levou o PCP a dirigir hoje uma questão ao Governo sobre o assunto.

Na sua pergunta ao Governo enviada este sábado, o deputado do PCP João Dias, exigiu informação sobre «que conhecimento tem o Governo da utilização do troço da A26, encerrado ao trânsito para outros fins que não a circulação automóvel; qual a finalidade da presença de veículos e pessoas naquela via que ainda se encontra encerrada ao trânsito e à população; quem autorizou a utilização do troço no dia 7 de Junho e que entidades foram autorizadas  a usar essa via?».

O deputado questionou ainda para quando a abertura da A26 e se «para cumprir a igualdade de tratamento, está o Governo disponível para disponibilizar de imediato o acesso da A26 à população».

A utilização daquele troço parece estar ligada à filmagem de uma campanha publicitária para um novo modelo automóvel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome