AlmadaPolítica

PCP questiona Governo sobre a situação do HGO

publicidade

O PCP solicitou ao ministério da Saúde um conjunto de esclarecimentos acerca da situação no Hospital Garcia de Orta, que os deputados consideram «padecer de um problema crónico de falta de profissionais de saúde para prestar cuidados de saúde aos utentes da sua área de abrangência».

Tendo por base algumas assuntos levantadas pelo Sindicato dos Médicos da Zona Sul, as questões colocadas pelos deputados comunistas foram no sentido de compreender qual a composição das equipas que asseguram o funcionamento do Serviço de Urgência Geral do HGO e quantos profissionais de saúde, das diferentes profissões deveriam estar presentes em cada turno; quantas vagas foram abertas em concursos públicos para a contratação de médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de ação médica no último ano e quantas foram efetivamente preenchidas e se a Direção irá proceder, e quando, à contratação dos profissionais em falta.

Os comunistas querem ainda saber quantos profissionais de saúde são necessários contratar pelo HGO para assegurar ao adequado funcionamento de todos os seus serviços e valências; e como pretende o Governo assegurar as condições de funcionamento do serviço de urgência geral do HGO.

Outras questões passam pelo número de profissionais de saúde que estão em condições de se aposentar no próximo ano, e ainda sobre a situação do serviço de urgência pediátrica, e a sua reabertura durante 24h, bem como quantos pediatras já foram contratados.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui