PCP explica os motivos da realização da Festa do Avante!

O Partido Comunista Português justifica que não vai deixar de fazer a festa apenas porque sob ela se lançou uma "campanha mistificatória".

publicidade
Tempo de Leitura: < 1 minuto

“Realizar a Festa do “Avante!” é, nestas circunstâncias, uma grande afirmação do estímulo à actividade, à cultura, à arte, ao desporto, ao convívio, ao lazer, à intervenção política, à solidariedade, à fruição da vida, hoje essenciais à saúde e ao bem estar da população”, esclarece o PCP em comunicado, no sentido de explicar os motivos da realização da festa, apesar do contexto da pandemia.

O partido justifica que “deixar de fazer a festa apenas porque sob ela se lançou uma campanha mistificatória para instrumentalizar reais e naturais factores de preocupação – em si mesmo agigantados pelas razões que são conhecidas – seria soçobrar a uma ofensiva reaccionária que, tendo êxito, cedo passaria para outros patamares de limitação de liberdade e direitos”.

Na resposta às acusações de irresponsabilidade, o partido diz que “irresponsabilidade é impor a milhares de trabalhadores que circulem em transportes públicos sobrelotados, é a falta de condições de sanitárias em muitos locais de trabalho por todo o país, é a habitação precária a que muitas famílias são sujeitas, irresponsabilidade são os ataques desferidos ao SNS durante décadas”, sublinhando que “é também pela defesa dos trabalhadores que a Festa do “Avante!” tem de se realizar”.

O PCP refere ainda que “o ataque à festa é apenas uma expressão de um objectivo de sempre das forças reaccionárias: o de pôr em causa o exercício de direitos políticos e mais em particular a actividade do PCP e sindical”.

Pode ler o comunicado na integra aqui.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome