DesportoDestaqueSetúbal

Paulo Gomes: “Vou abrir o estado de emergência no clube”

O presidente do Vitória Futebol Clube, Paulo Gomes, quebrou o silêncio sobre a descida de divisão dos sadinos ao Campeonato de Portugal.

- publicidade -

O presidente do Vitória Futebol Clube, Paulo Gomes, quebrou o silêncio sobre a descida de divisão dos sadinos ao Campeonato de Portugal. “É um dia muito triste para o Vitória e para a cidade. Este clube tem problemas graves cá dentro, mas temos de ser nós a tentar resolvê-los. Acho que a Liga não conhece bem o nosso clube. A revolta da cidade é enorme, porque os valores do Vitória não permaneceram”, disse o dirigente em conferência de imprensa.

“Nesta época estava a ser feito o acerto para equilibrar as despesas com as receitas. Peço união aos vitorianos, e vai ser nessa base que iremos preparar o nosso futuro próximo. A Liga deveria ser imparcial e não puxar apenas para um dos lados”, atirou o presidente.

“Mesmo com todas as dividas, o Vitória pagou parte, e na outra parte apresentou soluções. Logo, não podemos ser feridos da decisão que está a ser tomada, porque dentro do campo, ganhámos”.

Num ataque à Liga, Paulo Gomes diz que “não querem deixar o Vitória respirar. Esta decisão tem um vencedor, que é a Liga Portuguesa de Futebol. Vou abrir o estado de emergência dentro do Clube, e perceber como podemos proceder para o clube continuar a funcionar“.

O líder dos sadinos sublinhou: “Temos de tomar decisões, porque o Vitória não vai acabar, apesar de muita gente o querer“.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui