Parceiros
AtualidadeDesportoMundo

Paulo Fonseca está retido na Ucrânia: “Só resta rezar para que uma bomba não caía junto de nós”

- publicidade -

Paulo Fonseca encontra-se retido na Ucrânia. Em declarações ao Jornal de Notícias, o técnico português afirmou que se vive um total clima de guerra na cidade de Kiev, dominada pelo caos.

“Acordei às cinco da manhã com cinco explosões seguidas. Tinha voo marcado para hoje, mas agora é impossível sair daqui, até porque os aeroportos já estão destruídos e o espaço aéreo foi encerrado”.

“Neste momento, só se consegue sair de Kiev por via terrestre e está tudo a tentar fugir para Lviv, cidade perto da Polónia. As estradas estão completamente paradas, porque é impossível circular com tantos automóveis. As filas são enormes. Além disso, já não há gasolina. Só resta rezar para que uma bomba não caía junto de nós. Sinceramente, não sei como vou sair daqui”.

Atualmente sem clube, Paulo Fonseca é casado com Katerina Fonseca, cidadã ucraniana, e esteve três anos ao serviço do Shakhtar Donetsk, onde conquistou três campeonatos ucranianos. Encontra-se retino num hotel em Kiev.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário