Política

Paternidade leva André Silva a renunciar a mandato de deputado e a cargos no PAN

André Silva anunciou que não se irá recandidatar na Comissão Política Nacional

- publicidade -

André Silva, deputado do PAN – Pessoas, Animais, Natureza, anunciou que não se irá recandidatar a um novo mandato na Comissão Política Nacional, e deixará todos os cargos de direcção partidária.

O deputado anunciou também que vai renunciar ao mandato de deputado na Assembleia da República, a partir de Junho, data em que terá lugar o Congresso Nacional do PAN.

Num email enviado este domingo aos militantes, André Silva elogia o trabalho realizado pelo PAN ao longo dos anos e os sucessos alcançados, garantindo que «vou-me embora tendo presente o patamar de notoriedade atingido pelo partido, bem como as aptidões de acção política e de disputa eleitoral autónoma que adquiriu nos últimos anos».

André Silva regista que irá regressar «à minha condição de filiado de base e continuarei a dar a este nosso colectivo partidário o contributo que estiver ao meu alcance e que entender ser desejável e relevante ao partido e à sociedade. A minha saída não abala a confiança que tenho no PAN enquanto colectivo partidário, nem deve abalar a vossa.»

Fazendo um balanço desde que em 2014 assumiu «a responsabilidade de ser membro da Comissão Política Permanente e porta-voz nacional do PAN», André Silva relembra que «abdiquei de muito a nível pessoal para me dedicar à missão de afirmar e fazer crescer o partido, relegando todos os outros aspectos da minha vida. Chegou a hora de mudar.

Tendo sido pai há 5 meses, considero que devo apanhar o comboio da paternidade para materializar valores que considero essenciais nas esferas privada e pública.

Além de pretender equilibrar a minha vida pessoal e familiar com a vida profissional, carrego a forte convicção de que numa democracia saudável as pessoas não devem eternizar-se nos cargos, devendo dar oportunidade a outras.»

Na nota enviada, relembra o trabalho desenvolvido pelo PAN, que de «um partido pouco conhecido, com o objectivo de colocar os direitos dos animais e o combate à crise climática como prioridades do debate político, e a afirmação dos direitos sociais das pessoas fora dos arcaicos preconceitos do divisionismo esquerda/direita», é actualmente «a 6.ª força política nacional».


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo