EntrevistaPolíticaSesimbra

Parte II: Quinta do Conde olha para o futuro com esperança

- publicidade -

Na segunda parte desta entrevista (a primeira pode ser vista aqui: https://diariodistrito.pt/quinta-do-conde-uma-freguesia-que-espera-maior-autonomia/), o presidente da Junta de Freguesia da Quinta do Conde lembrou o caminho que é necessário na senda do desenvolvimento. O aniversário é comemorado a olhar para o futuro. Freguesia desde 1985 e considerada como vila a partir de 1995, a Quinta do Conde apresenta-se como um lugar aglutinador.

O desenvolvimento deste local deve-se a proximidade à Autoeuropa, à cidade de Lisboa e a outros centros proporcionadores de emprego. Em muitos casos a Quinta do Conde funciona como cidade-dormitório para estas pessoas. Para o político, a Quinta do Conde foi «prejudicada pelo FFF (Fundo Financiamento das Freguesias), nomeadamente pela Lei 73/2013 com as cláusulas travão de diminuição e acréscimo em 5%, que não foram cumpridas, prejudicando a Quinta do Conde pois seria uma das freguesias que teria de receber mais 5% todos os anos». Mesmo com aumentos, esta freguesia é uma das que menos recebe “per capita” no país.

Feira Festa e a construção de uma memória

A Feira Festa é um dos pontos altos do ano cultural na Quinta do Conde. Feita pelo movimento associativo, esta feira é considerada pelos locais a melhor do concelho. A feira ao longo dos anos tem trazido alguns dos principais artistas portugueses, como é o caso de Herman José. «Esta Feira ainda pode crescer, tudo tem a ver com a possibilidade da sua deslocalização prevista para os anos mais próximos», acredita Carlos Pólvora.

«Temos tido o cuidado de tentar construir as Memórias e Identidade da Quinta do Conde, iremos participar na reativação do Encontro de Pioneiros da Quinta do Conde já agendado para o mês de dezembro de 2022, temos procurado ouvir os mais antigos e as suas histórias, não nos podemos esquecer que a Quinta do Conde tem cerca de 50 anos de vida», contou o presidente da Junta.

Com um grande crescimento demográfico e uma excelente localização, o presidente olha para o futuro com esperança. Daqui a 10 anos estou a ver a Quinta do Conde como uma cidade moderna, com os equipamentos prometidos tornados realidade como: Novo Centro de Saúde, Escola Secundária, Pavilhão Multiúsos ou a Biblioteca». Espera que as promessas do governo e da autarquia se tornem numa realidade concreta.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *