Internacional

Papa quer leis de união civil para defender homossexuais

"O que temos que fazer é ter uma lei de uniões civis, dessa forma os homossexuais estão legalmente cobertos", disse o Papa Francisco.

publicidade

“As pessoas homossexuais têm o direito de pertencer a uma família. Eles são filhos de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deve ser expulso ou ser miserável por isso. O que temos que fazer é ter uma lei de uniões civis, dessa forma eles estão legalmente cobertos”, disse o Papa Francisco.

As palavras foram proferidas no documentário Francesco, do realizador Evgeny Afineevsky, que estreou hoje em Roma. Na peça o Papa aborda temas como a desigualdade social, pobreza e abusos sexuais.

De acordo com a doutrina da Igreja Católica, “os actos de homossexualidade são intrinsecamente desordenado. São contrários à lei natural, fecham o ato sexual ao dom da vida, não procedem duma verdadeira complementaridade afetiva sexual e não podem, em caso algum, ser aprovados”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui