Parceiros
AtualidadeMundoReligiãoSociedade

Papa envia 200 mil euros a migrantes e às vítimas de tufão

- publicidade -

O Papa Francisco fez um donativo de 200.000 euros para os migrantes retidos na fronteira entre a Bielorrússia e a Polónia e para as vítimas do tufão Rai nas Filipinas.

Segundo uma nota do Vaticano, Francisco “decidiu enviar uma contribuição de 100.000 euros para ajudar grupos de imigrantes retidos entre a Polónia e a Bielorrússia e para que a Caritas Polónia consiga lidar com a crise migratória na fronteira entre os dois países”.

Embora não se saiba o número certo de quantos migrantes estão nesta situação, a viver nas florestas da região, sob temperaturas negativas e sem alimentação ou roupa quente, são milhares de iraquianos, sírios e iemenita que estão concentrados nas fronteiras entre a Bielorrússia e a Polónia, Lituânia e Letónia desde agosto.

Outros 100.000 euros do Papa foram para as vítimas do tufão Rai, “que atingiu as Filipinas com extraordinária força, afetando, segundo fontes da ONU, cerca de 8 milhões de pessoas em 11 regiões e causando enormes danos materiais”, segundo a Santa Sé.

Em dezembro, cerca de 400 pessoas morreram e mais de 1000 ficaram feridas pela passagem do Rai pelas Filipinas.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário