Atualidade

Pandemia retirou ‘urgência’ do Governo sobre aeroporto no Montijo

publicidade

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, admitiu que o Governo vai ponderar uma avaliação ambiental estratégica sobre o novo aeroporto no Montijo, complementar ao de Lisboa, na Base Aérea n.º 6.

A afirmação foi feita durante o debate da proposta de Orçamento do Estado, quando o ministro foi confrontado com a questão pela deputada do PAN, Inês Sousa Real a propósito do Programa Nacional de Investimentos em Infraestruturas.

No passado o Governo havia recusado proceder a uma avaliação ambiental estratégica sobre a nova solução aeroportuária mas volta a colocar essa possibilidade na mesa, o que à partida deverá passar pela comparação da solução Portela mais Montijo com outra alternativa.

Trata-se de uma exigência de todos os críticos a este projeto, desde as associações ambientalistas, a autarquias e partidos, incluindo o PSD que até apoia a opção do aeroporto complementar na base militar do Montijo.

Já na resposta às muitas perguntas dos deputados, o ministro das Infraestruturas clarifica que o Governo não deixou de acreditar na solução de Montijo, embora reafirmasse que está a ser ponderada a realização de uma avaliação ambiental estratégica, cujos resultados serão respeitados. 

A realização de uma avaliação ambiental estratégica vai prolongar o calendário de construção da infraestrutura cuja conclusão estava apontada para 2023. Mas as previsões para o setor indicam que só em 2024 ou 2025 é que o setor da aviação possa retomar o nível de atividade de 2019.

Na ocasião o ministro admitiu que «estamos num outro mundo devido à pandemia» e referiu quebras de receitas de 70%, sendo que quando o Montijo foi decidido, a capacidade aeroportuária estava esgotada e urgência fazia com que não se perdesse mais tempo.

Mas não ignoramos que a pandemia, não retirando a necessidade de aumentar a capacidade aeroportuária, dá-nos algum tempo para ponderamos a possibilidade da avaliação ambiental estratégica.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui