Famosos

Pandemia encerra negócios de Cristiano Ronaldo na Madeira e no Brasil

- publicidade -

A pandemia da Covid-19 afetou inúmeros negócios e o Cristiano Ronaldo não é excepção. O hotel de 4 estrelas do craque, o Pestana CR7 Funchal, a 300 metros da Marina, “está fechado e não há previsão de quando poderá vir a abrir. Está assim há vários meses e não se sabe de nada”, informou fonte do espaço à “Vidas”.

O outro negócio da família Aveiro que também foi vítima do coronavírus e do seu impacto na pandemia foi restaurante ‘Casa Aveiro by Dolores’,em Gramado, no Brasil.

O restaurante de produtos típicos portugueses teve um investimento milionário e, se inicialmente seria reaberto após a notícia da pandemia, a irmã de Cristiano já veio informar que o encerramento é definito e que agora se dedica às redes sociais como influencer digital e à venda de cosméticos através da internet.

O “azar” nos negócios do clã Aveiro não se fica por aqui, também na restauração, o espaço “Cascatas e Girassóis”, no Funchal, fechou definitivamente.

Se na restauração os negócios não correm bem, na moda também não tiveram melhores dias e a pandemia covid-19 nem sequer era uma miragem na altura do fecho.

As lojas da marca de CR7 em Vilamoura, no Algarve encerram e a loja do Algarve foi vendida por um milhão de euros. A única loja em funcionamento e com gestão de Elma Aveiro é a do Funchal, já que a do Parque das Nações, em Lisboa, também fechou.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui