Política

PAN quer explicações do Banco de Portugal sobre seguradora do Novo Banco

PAN quer avaliação independente com carácter de urgência da operação de alienação da seguradora GNB Vida pelo Novo Banco

publicidade

O Grupo Parlamentar do PAN – Pessoas-Animais-Natureza deu entrada de um requerimento ao Governo no sentido de a Comissão de Orçamento e Finanças interpelar o Banco de Portugal para «assegurar, com carácter de urgência, a realização de uma avaliação independente da operação de alienação da seguradora GNB Vida pelo Novo Banco, S.A.».

Segundo o PAN, «apesar de o relatório final da auditoria levada a cabo pela Delloitte mencionar a operação de alienação da seguradora GNB Vida, concluída em 2019, mas iniciada em 2017, fá-lo omitindo um conjunto de aspetos considerados relevantes pelo PAN, tais como o facto de esta operação ter gerado perdas de 250 milhões de euros para o Novo Banco, o facto de o Novo Banco ter emprestado cerca de 60 milhões de euros ao investidor que comprou a seguradora, para além da ligação ao gestor Greg Lindberg, condenado no ano passado, nos Estados Unidos, por corrupção e fraude fiscal».

O PAN considera ainda que «a Deloitte & Associados SROC, S.A., como representante portuguesa da Deloitte Touche Tohmatsu Limited, não tinha a idoneidade e independência necessárias para analisar esta operação de alienação, uma vez que estava em manifesta situação de conflito de interesses, dado que foi a Deloitte España, representante espanhola da Deloitte Touche Tohmatsu Limited, quem assessorou o Novo Banco nesta operação».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui