AlmadaAtualidadePolítica

PAN Almada denuncia desperdício de peixe em ‘arte xávega’

publicidade

O PAN Almada lançou um alerta sobre o desperdício de peixe causado pela prática da ‘Arte Xávega’ nas praias do concelho.

«É este o valor da vida? É esta a preservação dos ecossistemas e da natureza que tantos apregoam nos seus discursos?» lamenta o PAN na sua página do Facebook, considerando que «este é um desrespeito inaceitável pela natureza, pelos animais e por todos nós».

Segundo o PAN «depois da prática da ‘Arte Xávega’, este é o cenário deixado nas praias do nosso concelho.

Centenas de peixes e crustáceos mortos, deixados no areal porque não têm valor comercial. Sendo uma pesca não seletiva, a ‘Arte Xávega’ apanha várias espécies consideradas ‘acessórias’, apanhadas na rede sem intenção, que são depois descartadas desta forma…

Para o PAN, a natureza e as suas espécies não podem ser avaliadas pelo seu valor comercial, têm de ser respeitadas pelo seu valor natural.»

O partido recorda ainda que no seu programa defendia «a existência, por parte do município, um plano de acompanhamento e monitorização do impacte ambiental e à sustentabilidade dos ecossistemas afetados pela pesca através da ‘Arte Xávega’, e continuaremos por isso a insistir para que esse plano seja realizado e para que este desrespeito pela natureza deixe de se verificar».

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui