Parceiros
DistritoPalmela

PALMELA – População desiludida com iluminação de Natal

Foram vários os emails chegados à redação do Diário do Distrito de populares que se “queixam” da iluminação de Natal de 2018 na vila de Palmela. Há mesmo quem apelide de “franja de Beatriz Costa” à iluminação que está instalada na torre de menagem do Castelo de Palmela.

Nos últimos dias a redação do Diário do Distrito tem sido invadida com vários emails demoradores da vila de Palmela que se “queixam” da iluminação de Natal instalada no Largo de São João e alguns pontos centrais do Centro Histórico de Palmela.

Lembram alguns desses emails as iluminações instaladas o ano passado por toda a vila. André M. aponta o dedo à falta de eleições: “todos os anos devia de haver eleições, assim a população teria as coisas que sempre quis ter”, lamenta ainda que “é preciso haver eleições para os nossos políticos reconhecerem as populações, depois de ganhos os cargos, o povo é esquecido durante os quatro anos”.

Já Inês B. também num email que fez chegar ao nosso jornal queixa-se da iluminação e da feira de Natal que está instalada junto ao edifício da Câmara Municipal de Palmela, “deixo aqui a minha revolta, pois se olharmos para o nosso querido Castelo perdeu a grande estrela que se via de Lisboa, este ano tentaram colocar-lhe uma franja que mais parece a da saudosa Beatriz Costa, mas até essa caiu ou apagou-se, foi um ar que se lhe deu talvez, ficou só o “cabelo” à máquina 1, a iluminação no Centro Histórico da Vila de Palmela, essa, nem falo dela, é só ver fotos de um ano para o outro”.

Outro aspecto que aponta é que o mercado de Natal é dos mais pobres da região, “ eu não gosto de fazer comparações, mas basta ir aos concelhos vizinhos e ver as diferenças, e autarquias da mesma cor, Setúbal está ao rubro, todos os dias cheia de visitantes e turistas, Seixal cheia com a Aldeia Natal a arrebentar pelas “costuras” e aqui em Palmela o que temos é umas pequenas bancas para artesãos e produtores venderem os seus produtos”.

Para a leitora “muito fazem as pessoas que investem o seu tempo para estar ali a vender os seus produtos, num amontoado de bancas que são instaladas debaixo das arcadas dos Paços do Concelho”.

Um outro leitor, Fernando D. fala no seu email que o mercado de Natal em Palmela é uma aposta que já está desgasta, adiantando “os nossos autarcas continuam a teimar em colocar movimento deste tipo e de outro tipo de eventos, dou-vos o exemplo da Feira Medieval, na zona do Arrabalde e Paços do Concelho, esquecendo-se que para este tipo de eventos natalícios poderia aproveitar o grande Largo de São João que neste momento está deserto de iluminação de Natal e de eventos natalícios.

Já a Feira Medieval apostava nessa zona do Arrabalde, até que houve uma revolta de povos marroquinos que fez com que a organização centrasse o evento onde deve de estar”.

Para este leitor é preciso haver <<visão turística>> e <<apostar mais forte no turismo nas épocas festivas como esta>>.

Iluminação de 2017

A Câmara Municipal de Palmela o ano passado apostou “forte” nas iluminações de Natal, quem chegasse ao principal largo da vila histórica era presenteado com uma iluminação de se “tirar o chapéu”, este ano o Diário do Distrito pesquisou o gasto realizado pelo Município de Palmela e a “fraca” iluminação custou aos cofres da autarquia 24.800 euros acrescidos do IVA, perfazendo um valor total cerca de 30 mil euros.

Um valor que foi ainda divido para as iluminações de entrada das freguesias do concelho de Palmela.

Em 2015 a Câmara Municipal de Palmela investiu cerca de 10 mil euros na iluminação que fez a delícia de todos os que passavam por Palmela nesse período, no entanto o Diário do Distrito não conseguiu apurar os valores de 2016 e 2017.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.