Palmela

Palmela | Festas das Vindimas celebram a 59ª edição na Terra Mãe de Vinhos  

A tradicional Festa das Vindimas – festa representativa da vila e da região de Palmela – regressa novamente este ano, no primeiro fim-de-semana de setembro. O formato de 2022, que acontecerá entre os dias 1 e 6 de setembro, estará próximo do vivido e conhecido até ao ano da pandemia.

André Cabica, presidente da Associação das Festas de Palmela desde 2020 (ano em que surgiu a Covid-19), falou com o Diário do Distrito e confirmou que se pretende “um retorno à normalidade” apesar de estarem “atentos” a eventuais indicações das entidades oficiais que possam surgir. A Associação vai ter “os máximos cuidados” para que o evento possa correr “da melhor maneira”.


Este ano, ao contrário dos dois que antecederam, um dos grandes pontos altos será o cortejo, que será retomado, com a associação a apostar também “na programação” da festa. O cortejo acontece em dois momentos distintos, entre o diurno, que ocorre no primeiro domingo do mês de setembro, dia 4, e o noturno, que acontece no último dia de festividades, terça-feira, dia 6.

A Marcha das Vindimas 2022 terá como autor, revelou em exclusivo André Cabica ao Diário do Distrito, João Pedro Silva, pessoa “bem conhecida da comunidade” e que “apesar da apreensão inicial” por nunca “ter feito nada do género”, pelo “amor que tem à vila, aceitou o desafio” – todos os anos, a marcha é criada do zero, e, sendo Palmela uma “terra de músicos”, prima-se pela diversidade.

A Festa das Vindimas remete-nos para o ano de 1963, ano em que se celebrou com esta festa a região e aquilo que a identifica – na sua essência, é, em muito, a uva e, consequentemente, o vinho. Inspirada na Festa do Vinho de Jerez de La Frontera, Álvaro Cardoso, em conjunto com mais 14 homens, formaram a comissão fundadora das festas. Tito Monteiro é outro dos nomes que ficará para sempre associado a esta comemoração anual, que celebra 59 anos.

Nesta data, que no primeiro fim-de-semana de setembro chama turistas de toda a parte, há uma diversidade de oferta de produtos, atividades e experiências únicas e singulares da vila, que enaltecem a valorização local e a identidade. Para além do Cortejo Alegórico, existem momentos como a Eleição da Rainha das Vindimas e a Pisa e Bênção do Primeiro Mosto. 

As comissões já foram muitas, as pessoas que por lá passaram imensas, mas na sua base, mantem-se a tradição, a cultura e o património imaterial de Palmela, que estão ilustradas na temática da Festa das Vindimas.

O cartaz [bem como a marcha oficial deste ano] ainda não foi divulgado, mas estará para breve. A comissão conta com os apoios, para além de “parceiros de longa data fundamentais para a sustentabilidade orçamental”, da Câmara Municipal de Palmela e da Junta de Freguesia de Palmela. 


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.