AtualidadebombeirosDistrito SetúbalPalmela

Palmela condecorou 53 personalidades e entidades em tarde de homenagem

Autarquia de Palmela homenageou personalidades e entidades pelos serviços prestados ao concelho

publicidade

A cerimónia de atribuição das condecorações municipais no município de Palmela tem lugar no Dia do Concelho, 1 de Junho, “mas este ano devido às restrições colocadas na Área Metropolitana de Lisboa causadas pelo covid19, este que é habitualmente um dia de reencontros e partilhas, apenas foi possível realizar agora esta homenagem com segurança e de forma condigna” conforme explicou Álvaro Amaro, presidente da Câmara Municipal de Palmela.

“A cerimónia é uma forma de saber quem somos e nutrir assim as nossas raízes. A identidade é algo que nos confere sentimentos de solidez e de pertença, que assumem um maior significado numa altura em que vivemos a violenta tempestade que se abateu sobre o mundo, onde os valores da solidariedade podem fazer a diferença” salientou Álvaro Amaro.

O autarca relembrou depois os valores como “a nossa história, monumentos, saberes e sabores, tradições, que são um fio que nos distingue.

Nesta altura viveríamos um dos nossos momentos altos, com as vindimas e a sua festa que este ano não deixou de ser assinalada, mas com um sabor agridoce, mas que mesmo assim não deixou de estar presente na vida de todo o concelho.”

Ainda sobre as vindimas, Álvaro Amaro não deixou de destacar “o ano fantástico que as nossas empresas vitivinicultoras têm tido, com muitos prémios e reconhecimento internacional, mas também não podemos esquecer o nosso queijo e as nossas frutas, que nos destacam e por isso, quem cá vem leva Palmela no coração”.

Álvaro Amaro não deixou de referir o investimento camarário em termos de obras “que já ultrapassa os 11 milhões de euros, e até os compromissos assumidos para este mandato, mas temos também noção que é preciso voltar a tornar a economia em movimento e reaprender a viver em sociedade”.

Por fim deixou uma palavra “aos nossos soldados da paz e aos seus dirigentes, “que este ano viveram duas difíceis realidades, com um verão muito quente e os sucessivos incêndios, mas também a situação de crise sanitária, ambas das quais sempre responderam de pronto. Podemos dizer que temos as três melhores corporações de Bombeiros do país”.

Outro agradecimento de Álvaro Amaro foi para “os nossos trabalhadores da autarquia, que a tudo se adaptaram de forma extraordinária e em tempo recorde, não deixando de cumprir a sua missão e até encontrando novas formas de ajudar”.

Também a presidente da Assembleia Municipal de Palmela, Ana Teresa Vicente, recordou que “noutras cerimónias este espaço enchia-se mas hoje isso não foi possível, no entanto, a Câmara Municipal fez o que está certo, e conseguiu encontrar uma forma justa para realizar esta cerimónia, que embora simbólica, não deixa passar em claro todo o trabalho de todos os que têm feito a história de Palmela.

Assinalamos hoje a qualidade, quantidade e versatilidade de gente que representa o concelho em áreas como a economia, desporto, cultura, etc.

Vivemos um tempo de recuos e incertezas, que nos assustam a todos. Mas o medo de fazer, não nos deve levar a não fazer.”

Ana Teresa Vicente agradeceu ainda algumas presenças, entre elas as de D. José Ornelas, Bispo de Setúbal, que recebeu a condecoração póstuma atribuída a D. Manuel Martins “a quem não fomos a tempo de homenagear antes da sua partida”.

A cerimónia homenageou um conjunto 53 de pessoas, associações e empresas nas áreas do Associativismo, Cultura, Desporto, Cidadania e Solidariedade, Economia e Comércio Tradicional, Património Cultural e Desenvolvimento Económico.

No ano em que se assinala a 20.ª edição das Comemorações do Dia Municipal do Bombeiro, foi prestada homenagem às Associações de Bombeiros de Águas de Moura, Palmela e Pinhal Novo, uma vez que este ano não teve lugar a sessão solene de homenagem aos bombeiros do concelho, que tem lugar em Maio.

As entidades homenageadas foram a Casa Ermelinda Freitas, Autoeuropa e D. Manuel Martins com Medalha de Honra; foram entregues a Medalha Municipal de Serviço Prestado, nos graus cobre (15 anos), prata (25 anos) e ouro (35 anos) a 83 trabalhadores do município e foram homenageados 20 trabalhadores que se aposentaram ao longo do último ano.

• Medalha de Honra do Concelho de Palmela

– Associação Humanitária dos Bombeiros Mistos de Águas de Moura

– Associação Humanitária dos Bombeiros de Palmela

– Associação Humanitária dos Bombeiros de Pinhal Novo

– Casa Ermelinda Freitas (100.º aniversário)

– D. Manuel Martins (a título póstumo)

– Volkswagen Autoeuropa (25.º aniversário)

• Medalha Municipal de Mérito

Cultura

Medalha Municipal de Mérito (Grau Ouro)

– Abílio Coelho

Património Cultural

– Festas da Escudeira

– Círios do Concelho à Nossa Senhora da Atalaia:

. Círio da Quinta do Anjo

. Círio da Carregueira

. Círio dos Olhos de Água

– Círio de Palmela (Humanitária) ao Cabo Espichel

Economia e Comércio Tradicional

– Papelaria Camolas (50.º aniversário)

Cidadania e Solidariedade

Medalha Municipal de Mérito (Grau Prata)

– Manuel Castanheira Garcia

– Questão de Equilíbrio (25.º aniversário)

Cultura

– Grupo das Bibliotecas Escolares

– Manuel Teles

– Pedro Leal

Desenvolvimento Económico

– Imeguisa

– Ria Ibérica Logística de Veículos, S.A.

Desporto

– Rui Narigueta (Duatlo)

– Carlos Duarte (Professor de Educação Física)

Economia e Comércio Tradicional

– Horta Caramela

– Queijaria Artesanal Vítor Fernandes

– Queijaria de Fernando Monteiro

– Queijaria de Fernando Simões, Lda.

– Queijaria de Libertino Santos

– Queijaria da São

Património Cultural

– Abílio Neves

– António Lameira

– Hélder Martins

Associativismo

Medalha Municipal de Mérito (Grau Cobre)

– ARPIBA – Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Bairro Alentejano (15.º aniversário)

– Clube Todo o Terreno do Pinhal Novo (15.º aniversário)

– Joaquim Manuel Simões Carvalheiro

– Pal’Artes – Associação Cultural para o Desenvolvimento do Concelho de Palmela (15.º aniversário)

Cultura

– Associação Inspira Atitude

Desenvolvimento Económico

– Metalomecânica 3 Triângulos

– OZEC, Equipamentos Industriais, Lda.

– Viduplo Glass Portugal

Desporto

– Ana Neves (Ciclismo)

– Ana Maria Bola (Ginástica)

– André Cruz (Jiu Jitsu)

– Alice Nogueira (Dressage)

– Alícia Pinto (Dança Desportiva)

– Clara Borges Silva (Jiu Jitsu)

– Emanuel Sousa (Kickboxing)

– Fábio Lobo (Kempo)

– Francisco Borges Silva (Jiu Jitsu)

– Lina Huon (Ginástica)

– Mariana Duarte (Kickboxing)

– Mário Silva (Judo)

– Martim Viana (Dança Desportiva)

– Miguel Pereira (Kickboxing)

– Pedro Caldeira (Kempo)

– Pedro Manito (Natação Adaptada)

– Raquel Vicente (Ginástica)

– Vasco Oliveira (Judo)

Economia e Comércio Tradicional

– Bobo da Corte

– Taverna da Ladeira

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é 2-2-1024x575.jpg
Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é 3-1-1024x575.jpg

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui