DistritoPalmela

PALMELA – Capela do cemitério têm projeto de reabilitação em curso

O Vereador Pedro Taleço (PS) é quem detém o pelouro do cemitério de Palmela e explicou ao Diário do Distrito que está em curso várias intervenções para o espaço, sendo uma dessas intervenções a projeto de reabilitação do edifício.

Depois das denúncias de alguns populares de Palmela que se mostram indignados com o estado de “abandono” da Capela do Cemitério de Palmela e dos sacos pretos espalhados por vários pontos no interior da Capela, o Diário do Distrito solicitou esclarecimentos ao Vereador Pedro Taleço, que nos enviou os esclarecimentos esta segunda-feira (3) explicando que “o projeto de reabilitação da Capela do Cemitério de Palmela foi adjudicado e encontra-se em execução”, o responsável do pelouro adiantou ainda que a << obra está com dotação para ser realizada em 2019>>.

No mesmo esclarecimento o Vereador afirma de que “a capela encontra-se encerrada ao público e assim permanecerá até à conclusão da obra”.

Investimentos realizados na ordem dos 23 mil euros

 O Cemitério de Palmela foi recentemente alvo de uma intervenção que contemplou a pintura dos muros e portões de acesso ao interior do espaço. A intervenção ali realizada custou aos cofres da câmara municipal de Palmela cerca de 23 mil euros.

Ossadas em sacos de plástico e urnas de madeira espalhadas no interior da Capela

 No esclarecimento solicitado pelo nosso jornal sobre as ossadas nos sacos de plástico preto, o Vereador esclareceu de que as mesmas estão de acordo com a lei e que asseguram as <<devidas condições higio-sanitárias>>, as ossadas não reclamadas são posteriormente incineradas, até o serem as mesmas são depositadas em <<local próprio>> até serem transportadas.

FOTO: Direitos Reservados



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.