É uma das propostas que vai ser discutida em reunião de executivo liderado por Álvaro Amaro (CDU) na próxima quarta-feira. A proposta apresentada pelo próprio presidente prevê um não aumento da taxa a cobrar aos operadores de comunicações fixas.

Na próxima quarta-feira (7) o Auditório da Biblioteca Municipal de Palmela recebe a habitual reunião pública da Câmara Municipal de Palmela, uma reunião que irá debater vários pontos, como o IMI, a Derrama e o Orçamento para 2019 e GOP para 2019 e 2022.

O Diário do Distrito teve conhecimento de que uma das propostas que vai ser levada a discussão nesse dia será a das Taxas Municipais de Direitos de Passagem para 2019, taxas essas que são cobradas pelo Município de Palmela às operadoras que fornecem serviços de comunicação fixa às casas de todos os habitantes do concelho.

Em 2017 e 2018 o executivo liderado por Álvaro Amaro (CDU) aprovou uma taxa de 0,25% a taxar às empresas que cobram esse valor nas faturas mensais dos clientes. Para o ano a autarquia Palmelense não aumenta a taxa, fixando a mesma nos 0,25%. O Diário do Distrito apurou que os cofres da Câmara Municipal entram mais de 25 mil euros ano com a cobrança da taxa às operadoras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here