coronavírus

Países liderados por mulheres tiveram menos mortes por covid-19

publicidade

O estudo que analisou a gestão de 194 países da pandemia covid-19 mostrou que os países liderados por mulheres tiveram menos mortes e resultados “sistemática e significativamente melhores”, em comparação com os países com homens na liderança.

A pesquisa do Center for Economic Policy Research e pelo World Economic Forums cita as líderes Jacinda Ardern da Nova Zelândia, Sanna Marin da Finlândia, Mette Frederiksen da Dinamarca, Angela Merkel da Alemanha e Tsai Ing-wen de Taiwan. E mostra que  “em quase todos os casos, elas travaram a pandemia mais cedo do que os líderes masculinos em circunstâncias semelhantes”.

As ações da maioria das líderes no feminino mostraram que as mulheres estão “mais dispostas a assumir riscos no domínio da economia”, pois fecharam os seus países mais cedo que os seus pares no masculino.

Supriya Garikipati, investigadora do estudo, conclui que “ser liderado por mulheres deu aos países uma vantagem na crise atual”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui