Opinião

Os putos divertem-se com o nosso dinheiro

- publicidade -

Bom dia caríssimos(as) leitores(as) mais uma semana e mais um artigo. Este continuando com o mote de pena afiada. Se fosse um comentário televisivo seria de língua afiada. A verdade é que a classe política deste país não dá tréguas. Não conseguem passar uma semana sem fazer asneira. São autênticos PUTOS.

Um verdadeiro conjunto de fedelhos que só está bem a fazer asneiras e sempre com o nosso dinheiro. E dividem-se em vários grupos é o governo são as empresas e a juntar temos agora os “activistas ambientais”. Mais à frente passo explicar o porquê de os colocar entre aspas.

Vamos portanto dividir o artigo por partes para facilitar a vossa compreensão.

O GOVERNO:

Este governo continua apostado na propaganda ao estilo “Tintim no país dos sovietes”. Quem nunca leu trata-se do primeiro livro de aventuras do herói da BD criado pelo belga Hergé. Quem nunca leu pode crer que vale a pena ler.

Os casos sucedem-se uns atrás de outros. É o ex secretário de estado adjunto do primeiro ministro Luís Miguel da Silva Mendonça Alves. O mesmo que tinha sido presidente da CM de Caminha e presidente da Federação socialista de Viana do Castelo. Que  foi nomeado conforme a nota da presidencia da república a 22/09/2022 – https://www.presidencia.pt/atualidade/toda-a-atualidade/2022/09/novos-secretarios-de-estado/

O caso dos 300.000€ foi a gota de água que fez transbordar o copo. Um indivíduo que como presidente de uma câmara municipal entrega de mão beijada um valor destes a um indivíduo que vindo não se sabe de onde propõe a construção de um centro de exposições transfronteiriço. Apenas porque sim. Não tendo currículo académico que se possa verificar. E muito menos experiência comprovada em empreendimentos semelhantes. É no mínimo uma irresponsabilidade total própria de miúdos da escola primaria. No caso de um presidente de câmara é totalmente condenável uma decisão destas ainda por cima com total ligeireza. Não tendo sequer tido o trabalho de falar com os homólogos de outros concelhos que tinham rejeitado propostas semelhantes por manifesta falta de garantias de capacidade e experiência de execução. No fundo perceberam logo que estavam perante um fura-vidas, um Videirinho.

Se a isto juntarmos as acusações sobre violação das normas de contratação pública. Que motivaram por parte do MP a abertura de inquérito que levou este senhor a ser constituido arguido.

https://www.dn.pt/sociedade/ministerio-publico-diz-que-miguel-alves-violou-normas-de-contratacao-publica-15341340.html

E agora fica a pergunta e então o resto do executivo municipal? O que é que andou a fazer? Esquecem-se que segundo a lei são responsáveis de forma solidária por todas as decisões do presidente da câmara municipal? E que dizer da assembleia municipal que falha clamorosamente nos seus mais elementares deveres de escrutinar as decisões do executivo municipal.

Continuando a borga deste governo ficamos a saber que basta ter um cartão do partido socialista português para se ter um brutal “TACHO” com um ordenado bruto de quase 4000€. O rapazinho tem um curriculum vitae invejável de uma licenciatura em direito. Coisa que mais ninguém tinha neste país. Com uma experiência profissional imensa que se resume a ser membro da JS. E depois vem a ministra Mariana Vieira da Silva dizer que os critérios de contratação de assessores para os gabinetes ministeriais foram cumpridos. E que o mesmo não foi contratado por ser apenas filiado no PS. Ó Mariana a “menina” pensa que os portugueses comem gelados com a testa??? A “menina” é uma pandega e já perdeu completamente o decoro. Mente com quantos dentes tem na boca. Será que nas fileiras do PS não haveria ninguém mais qualificado para a função? Portugal tem dezenas de milhar de licenciados em Direito. E segundo a PORDATA  33.937 estão inscritos na ordem dos advogados.

E alguns até têm grau superior à licenciatura.

Agora temos mais um secretário de estado a contas com a justiça. Desta vez é o secretário de estado do mar, de seu nome José Mário Costa ex-presidente da CM de Viana do Castelo. Motivo? Violação das regras da contratação pública.

Siga a festa.

De cereja no topo do bolo António Costa (PM); Marcelo Rebelo de Sousa (PR) e Augusto Santos Silva (PAR) vão ao Qatar. Mas com certeza não vão sozinhos vão levar todo um séquito de servidores atrás. Se fizermos as contas por alto, a comitiva deve chegar a cerca de 80 pessoas. Para além dos gastos de avião porque não vão para lá nos C130 da Força Aérea à que acrescentar pelo menos uma noite num hotel para cada uma destas pessoas. A média de preços por noite ronda 1700€ (visto no Trivago) por pessoa vezes 80 serão 136.000 euros só em dormidas com pequenos almoços E vão lá fazer o quê??? Vão ver a bola com o dinheiro dos nossos impostos.

Parecendo adolescentes na festa de finalistas em Ibiza. Vão divertir-se a gastar aquilo que nos custa tanto a ganhar. E isto com a aprovação do PSD; PS e até do partido que deveria defender quem trabalha, o PCP. É preciso lata numa altura em que até há gente da forças de segurança a recorrer aos bancos alimentares.

AS EMPRESAS PÚBLICAS:

Aqui vamos ser concisos o assunto é a TAP; a RTP e a EFACEC.

A TAP se bem se lembram decidiu encomendar uma frota nova de BMWs para a administração. Depois de alguma comoção pública vieram dizer que afinal já não iriam receber os mesmos. Engraçado uma empresa pública que está sob ajuda estatal faz um contrato de renting de 79 BMW e não 50 como foi noticiado inicialmente, Sim eram para ser 79 para todos os administradores das empresas do grupo TAP.

Agora tiveram que cancelar o contrato acontece que isto não sai de graça há indemnizações para pagar. E como a empresa é pública somos nós que vamos pagar.

Numa empresa que tem um resultado liquido negativo e vai fechar o ano com prejuízos é mesmo brincar com o dinheiro dos contribuintes portugueses. Uma empresa que apresenta estes resultados em 2021:

E prevê cerca de 200 milhões de prejuízo em 2022 é realmente uma empresa onde o dinheiro público é bem gerido. Foi António Costa que para salvar a TAP de uma falência quase certa meteu os contribuintes nesta alhada para salvar os credores amigos do regime. Mais uma vez às custas do dinheiro dos contribuintes.

A RTP já é um caso crónico de prejuízo. Nem mesmo com os contribuintes a pagarem quer via IRS quer via TAXA DO AUDIOVISUAL. Se livra de ser um sorvedouro de dinheiro de quem trabalha. São por um lado as más decisões de gestão; os ordenados faraónicos de alguns pivôs e apresentadores. Quer por também pela estrutura em si mesma. Agora decidiram brindar-nos a todos com uma conta de 50.000€ para a transmissão da entrevista do Ronaldo.

E é assim que se cria défice nas empresas públicas e nós vamos pagando os tachos dos amigos. Em vez de se potenciar o património que a RTP tem. E de fazer desta empresa uma escola de bons futuros profissionais para a radiotelevisão. Continuamos com uma estrutura pesada e nada competitiva herdada dos tempos em que em Portugal só haviam dois canais de televisão. A RTP tornou-se um fóssil que quase ninguém quer sintonizar. Uma empresa os elementos que faziam jornalismo de investigação e eram incómodos para o regime, já foram saneados.

Tudo isto“a bem da nação”.

ACTIVISTAS:

No meio de tantos casos de escândalos e aldrabices deste  governo que saltam como pipocas. Feito  nas ultimas semanas é difícil para o comum dos portugueses, aparecem uns activistas. E que fazem eles? Ocupam escolas com a António Arroio e o liceu Camões e a faculdade de letras de Lisboa.

Se na António Arroio do diretor foi compreensivo e até permissivo. Com o seu apoio e porta aberta ao albergar o protesto. Até podemos compreender uma vez que a escola artística António Arroio sempre foi de certa forma progressista e dando o apoio aos mais contestatários. Até porque os que vivem da arte de certa forma sempre foram dados à contestação. E fora da corrente.

O problema é que este movimento está infiltrado e controlado por malta do BE. A ideia não é defender o ambiente a ideia é lançar a anarquia e colocar a autoridade do estado em Causa.

Como resultou na António Arroio passaram para o liceu Camões sem qualquer consequência. O governo do Costa aproveita a esta situação para poder ter uma cortina de fumo para distrair a populaça dos casos problemáticos deste governo. A coisa só começou a ficar toldada quando os jovens “irreverentes” decidiram invadir a sede da ordem dos contabilistas. E cercar o ministro da economia.

Aí a autoridade de António Costa esteve quase para cair na rua. Costa é um pretor que sabe usar a extrema esquerda como se tivéssemos em pleno PREC. A extrema esquerda sempre foi tolerada e até incentivada neste país desde 1974. Acontece que está provado que a extrema esquerda não conhece os limites democráticos nem da ordem pública. A história deste país está cheia exemplos nada edificantes que deixaram a certa altura o país à beira de uma guerra civil.

A invasão da faculdade de letras acabou com consequências quanto mais não seja têm um processo crime às costas.

Mas o mais giro foi o facto do ministro da economia Costa e Silva ter acedido a realizar uma reunião com estes “activistas”  para não receber qualquer proposta ou sugestão. Então este barulho todo foi para quê?

Para nada É a resposta que eu encontro. E porquê? Porque numa altura em que iria haver a COP22 no Egito em Sharmel Sheik e um orçamento de estado em discussão na AR. O BE tinha que criar um facto político, uma vez que nada tem para dar aos portugueses. A prova cabal foi quando  os jornalistas colocaram os microfones à frente destes jovens “activistas” e só ouviram vacuidades de frases feitas. Como “de que adianta ter formação e não há futuro”. O país percebeu que que esta gente não passava de um grupelho de idiotas úteis. A formação é aquilo que nos permite fazer escolhas e encontrar soluções para os problemas do planeta. Já este “carnaval” apenas serve para minar a autoridade do estado.

Enfim um bando de miúdos filhos do papá e da mamã. Os mesmos que sempre viveram sem fazer nada de útil. Que não desistem de trocar de telemóvel todos os anos. Sem se importarem com as consequências. Cujos progenitores os vão deixar à escola de carro e estacionam em segunda fila vêm agora botar faladura. Nunca sequer pensaram nos desgraçados que trabalham nas minas para obter as matérias-primas para o fabrico dos seus Iphones. Onde alguns em África até são meras crianças. Ou pensaram nos direitos laborais dos trabalhadores chineses nas fábricas tecnológicas da chinesas. Que vestem roupa feita por crianças mal nutridas do Sri Lanka, do Banladesh e India.

O importante para esta gente é ser idiota útil e fumar umas coisas na noite de Lisboa.

Com o dinheiro dos papás e mamãs.

Enfim divertem-se com o dinheiro dos outros. Brincam ao activismo. Nunca passaram por dificuldades na vida. Desconhecem o que é a fome. O que é pagar contas. O que é trabalhar.

É por estes e outros exemplos que eu escrevi como titulo deste artigo:

OS PUTOS DIVERTEM-SE COM O DINHEIRO DOS OUTROS.

NOTA: Artigo escrito com a grafia pré-acordo ortográfico.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *