Parceiros
Atualidade

Os principais (e terríveis) acontecimentos na Ucrânia das últimas horas

- publicidade -

O que aconteceu nas últimas horas com a invasão russa à Ucrânia:


Boris Johnson anunciou que serão tomadas novas medidas para impor sanções económicas à Rússia:
Pretende-se “excluir totalmente os bancos russos do sistema financeiro do Reino Unido, impedindo-os de aceder à libra esterlina e de efetuar pagamentos de compensação através do Reino Unido”, disse o primeiro-ministro britânico.


Sites do Kremlin e do parlamento russo alvo de ataque informático:
O site oficial do governo da Rússia e o site do parlamento estão em baixo. Os respetivos sites foram alvo de um ciberataque e o Gabinete Presidencial está a investigar a situação, refere a Sputnik News.


Aviões já sobrevoam Kiev:
Uma moradora de Kiev partilhou um vídeo que mostra o medo que se vive na cidade ucraniana.


Espanha afirma que ataque da Rússia não deve ficar impune:
O presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, alertou hoje que a “violação flagrante” do direito internacional exercida pela Rússia, com o ataque à Ucrânia, “não deve ficar impune”.


Russos controlam o aeroporto de Hostomel:
Este é um aeroporto de Carga que serve Kiev e que é agora controlado por forças russas.


Santuário de Fátima promove hoje “jornada especial de oração” pela paz:
O Santuário de Fátima anunciou que vai realizar hoje “uma jornada especial de oração pela Paz na Ucrânia”, rezando no terço das 18h30 dois mistérios em língua ucraniana.


“Um crime contra a humanidade”, diz o presidente da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE):


Marcelo reforça “condenação” à Rússia:
Após ter recebido a embaixadora da Ucrânia em Portugal, Inna Ohnivets, Marcelo Rebelo de Sousa reforçou a sua “condenação veemente da atuação da federação russa” na Ucrânia.


Quatro mortos em ataque a hospital em Donetsk:
Um ataque a um hospital na região de Donetsk fez quatro mortos após um projétil da Rússia ter atingido o local, informou hoje o comando militar da Ucrânia.


Governo ucraniano evacua embaixada em Moscovo:
O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia anunciou hoje que iniciou o processo de evacuação da sua embaixada em Moscovo.

- publicidade -


Foi bombardeada uma central elétrica ucraniana em Trypilska:
O ministério da energia da Ucrânia relatou uma explosão na central elétrica de Trypilska, a cerca de 40 quilómetros de Kiev, na Ucrânia.


Operação de retirada de portugueses encontra-se em curso:
O ministro dos Negócios Estrangeiros condenou hoje, “sem ses nem mas” a invasão militar russa à Ucrânia, e anunciou que a operação de retirada de portugueses e luso-ucranianos “encontra-se em curso”.


Forças russas tentam tomar central nuclear de Chernobyl:
O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky informou, na tarde desta quinta-feira, que o confronto entre tropas russas e ucranianas está cada vez mais próximo da central nuclear de Chernobyl, onde um desastre em 1986 matou milhares de pessoas.


Míssil cai em zona residencial de Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia:


Um míssil atingiu um bairro residencial da cidade de Kharkiv, na Ucrânia, devido à incursão russa no país. É possível ver os residentes dessa zona a fotografarem e inspecionarem os danos causados.


Cidade de Kiev com recolher obrigatório entre as 22h e as 7h:
O presidente da Câmara de Kiev, Vitali Klitschko, anunciou que a cidade irá passar a ter recolher obrigatório. A medida irá vigorar entre as 22h e as 7h.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário