DestaqueLeiriaPolítica

Ordem dos Médicos diz que agressão a cirurgião é “espelho da insegurança” no SNS

- publicidade -

Em comunicado, a Ordem condena a agressão e refere que este caso “é o espelho da grave situação de insegurança que se vive no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e de um clima de conflitualidade institucional que infelizmente é alimentado pela própria tutela e que não dignifica nem beneficia ninguém”.

De acordo com a Ordem dos Médicos, o cirurgião do Centro Hospitalar do Oeste foi atacado quando estava “a operar no Hospital de Peniche”. O agressor terá sido “um utente que entrou na sala onde decorria a intervenção”.

A presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar do Oeste, Elsa Banza, citada pela agência Lusa, disse que o médico de 60 anos foi alvo de “três facadas na zona das nádegas”, sendo transportado, “com ferimentos superficiais”, para a urgência das Caldas da Rainha.



O médico está internado, “estável e não está em risco de vida”. O Centro Hospitalar do Oeste comunicou o crime à PSP, que deteve o suspeito ainda nas instalações hospitalares.

Miguel Guimarães recordou também os dados mais recentes da Direção-Geral da Saúde referentes a 2018, que revelam que no ano passado foram notificados mais de 950 casos de incidentes de violência contra profissionais de saúde.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *