Atualidade

Operário morto por carro de Eduardo Cabrita deixa mulher e duas filhas menores de idade

- publicidade -

A vítima mortal do acidente que envolveu o BMW onde seguia o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e que colheu o operário que estava a fazer a manutenção de autoestradas, deixa uma mulher e duas filhas menores, de 13 e 16 anos.

O operário de 43 anos chamava-se Nuno Santos e estava a trabalhar numa empresa colaboradora da Brisa.

No local estava com três colegas a fazer trabalhos na A6, ao quilómetro 77,6, quando acabou colhido mortalmente pelo veículo.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui