Parceiros
Mundo

Oficial russo capturado pede desculpa e apela a que russos combatam contra Putin: “Isto é um genocídio”

- publicidade -

Foi capturado pelo exército ucracniano, Astakhov Mikhailovich, tenente-coronel da guarda nacional russa.

Escreve o Record que o mesmo deu uma conferência de imprensa onde pediu desculpa por ter participado na invasão, tendo-se apercebido quando viu dois lutadores ucranianos que acompanha na modalidade armados: “Sempre me encantou ver dois lutadores de boxe vossos, Oleksandr Usyk e Vasyl Lomachenko. Quando os vi a pegar em armas e a dizer que se sentiam obrigados a ajudar a Ucrânia, senti vergonha pelo que estava a fazer, percebi que estava errado”.

Deixou um pedido aos restantes militares russos, para que “sejam valentes” e que, apesar de ser uma “situação tensa”, tem de ” ir contra o próprio comandante. Mas isto é um genocídio. A Rússia não pode ganhar aqui mesmo se for até ao fim. Podemos invadir o território, mas não podemos invadir as pessoas”.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário