Parceiros
JustiçaPolítica

Deputado municipal do Chega agredido e insultado à porta de casa

O deputado eleito para a Assembleia Municipal de Oeiras, Francisco O’Neill Marques, foi agredido à porta de casa por um grupo de indivíduos que alegadamente o atiraram ao chão com um pau com pregos e o pontapearam, ao mesmo tempo que o insultavam por ser elemento do Chega.

A agressão ocorreu no mesmo fim-de-semana em que Eduardo Lourenço, de 65 anos, também militante do Chega, morreu depois de ter abordado um grupo de jovens no Parque da Ribeirada, em Odivelas, quando estava a passear o cão.


«Os responsáveis por este crime hediondo, com claras motivações políticas, têm de ser identificados e presos. É impensável, numa Democracia moderna, alguém ser agredido devido às suas escolhas políticas. É impensável, é lamentável e só envergonha a democracia portuguesa», declarou André Ventura ao jornal do Chega, Folha Nacional.

Já o deputado municipal deixou nas redes sociais um agradecimento «pelo vosso apoio e palavras de conforto. Num mundo covarde e sem capacidade de diálogo só mesmo a agressão. O ‘discurso’ dos medíocres…» e faz também uma referência ao óbito de Eduardo Lourenço «porque tive sorte, ao contrário do Sr Eduardo Lourenço (paz à sua alma). Contudo, a vida segue…».

Francisco O’Neill Marques faz também um agradecimento público «a todo o apoio prestado pela PSP de Carnaxide, aos profissionais do Hospital de São Francisco Xavier e ao Departamento de Investigação Criminal pelo seu desempenho e prontidão».

Também sobre o óbito de Eduardo Lourenço, o presidente do Chega considerou que «existem cada vez mais situações de violência a ocorrerem um pouco por todo o país. Precisamos de uma justiça eficaz e de mão pesada, caso contrário não sei onde vamos parar.»


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carreguem em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.