Ocasionalmente europeístas

Esta semana, um artigo de opinião de Marlene Pires Abrantes, presidente da Comissão Política Concelhia do CDS-PP Seixal.

0
428
Tempo de Leitura: 2 minutos

Esta semana, um artigo de opinião de Marlene Pires Abrantes, presidente da Comissão Política Concelhia do CDS-PP Seixal.

Nota prévia: Neste artigo de opinião não abordarei considerandos sobre os resultados nas eleições para o Parlamento Europeu. Creio que já muito foi escrito, os resultados foram os que estão à vista. Creio que é óbvio que abstenção foi a grande vencedora, e agora cabe-nos a todos encontrar mecanismos para a combater.

O PCP não é um partido coerente. É tão defensor da saída de Portugal da União Europeia, mas não se inibe de se candidatar ao Parlamento Europeu… Provavelmente porque lhes dá jeito o dinheirinho da subvenção! O PCP ora defende acerrimamente a saída de Portugal da UE, ora exige fundos para o asilo, migração e integração. Ora defende acerrimamente a saída de Portugal da EU, ora as câmaras geridas pelo PCP, sob o disfarce da Coligação Unitária Democrática, vão pedinchar à União Europeia verbas para os mais variados projetos. E agora que eu ia ao website da Câmara Municipal do Seixal, verifiquei que apagaram os mais antigos. Mas veja aqui os últimos disponibilizados pela autarquia no site:

  1. Trilhos de Interpretação Ambiental do Município do Seixal| Aplicativo Móvel – Seixal APPé. Apoio financeiro da União Europeia: 72 073,03€.
  2. Recolher Porta a Porta para Valorizar. Apoio financeiro da União Europeia: Apoio financeiro da União Europeia: 493 450,21€.
  3. Execução da rede de drenagem de águas residuais domésticas em Verdizela: Apoio financeiro da União Europeia: 259 900,41€
  4. Execução do prolongamento do intercetor da Quinta do Damião. Apoio financeiro da União Europeia: 280 084,35€
  5. Reabilitação de Edifícios Habitação Social do Bairro Social Municipal de Vale de Milhaços. Apoio financeiro da União Europeia: 79 248,82€
  6. Parque Metropolitano da Biodiversidade. Apoio financeiro da União Europeia: 86 666,67€
  7. Parque Urbano de Miratejo (Parque Urbano do Rouxinol). Apoio financeiro da União Europeia: 292 530,58€
  8. Requalificação e ampliação do edifício da creche/berçário da Associação dos Serviços Sociais dos Trabalhadores da autarquia do Seixal. Apoio financeiro da União Europeia: 112 233,00€
  9. Parque urbano do Seixal – rede ecológica metropolitano de valorização da natureza, da biodiversidade, recreio e lazer. Apoio financeiro da União Europeia: 205 930,65€
  10. Ampliação da Escola Básica da Quinta de Santo António. Apoio financeiro da União Europeia: 448 517,99€
  11. Ampliação e requalificação da Escola Básica de Paio Pires. Apoio financeiro da União Europeia: 390 740,95€
  12. Reabilitação do espaço público e equipamentos do Bairro Social Municipal da Quinta da Cucena. Apoio financeiro da União Europeia: 264 175,41€
  13. Núcleo náutica de recreio da Amora: Apoio financeiro da União Europeia: 86 666,67€
  14. Planos inovadores de combate ao insucesso escolar. Apoio financeiro da União Europeia: 499 277,40€.

De todas estas verbas, nem todas foram aplicadas ainda, como as verbas para a ampliação da Escola Básica da Quinta de Santo António, bem como a ampliação e requalificação da Escola Básica de Paio Pires, cujo início estava previsto para 2017 e até agora ainda não se viu nada.

Os planos inovadores de combate ao insucesso escolar, devem estar ainda em planos.

A autarquia candidatou-se aos espaços exteriores do bairro social municipal da Quinta da Cucena, quando se devia candidatar (já agora) à reabilitação do interior, uma vez que tem conhecimento das condições deploráveis das habitações.

Os Trilhos de Interpretação Ambiental do Município do Seixal passam pelos moinhos arruinados ou pelas lagoas de hidrocarbonetos de Santa Marta de Corroios? A população está informada sobre o que é o Recolher Porta a Porta? É sabido que a localização do parque urbano do Seixal, será na Verdizela?

O PCP só é anti União Europeia de vez em quando. Depende dos dias, se precisarem de recorrer aos fundos europeus para as obras eleitoralistas lá estão eles na primeira fila a pedinchar.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome