Parceiros
PaísPolítica

ÓBITO – Ministro da Saúde realça “trabalho notável” de Odette Ferreira

Maria Odette Santos-Ferreira morreu este domingo aos 93 anos.

Reagindo à morte da ex-presidente da Comissão Nacional de Luta Contra a SIDA, Adalberto Campos Fernandes considerou que Odette Ferreira deixa “uma marca indelével na história” do país.

Numa mensagem enviada à agência Lusa, o ministro de Saúde referiu que o “legado de investigadora no âmbito da infeção VIH/SIDA foi internacionalmente reconhecido, tendo contribuído decisivamente para uma transformação disruptiva no conhecimento da doença”.

Para Adalberto Campos Fernandes, Portugal “guardará para sempre uma memória de gratidão” não apenas pelo trabalho desenvolvido por Odette Ferreira, mas também pela “natureza do seu caráter e pela sua generosidade”.

Maria Odette Santos-Ferreira foi pioneira na investigação sobre a infeção VIH/SIDA em Portugal, fazendo parte da equipa que identificou pela primeira vez o VIH do tipo 2 em doentes oriundos da Guiné-Bissau.

A descoberta deste segundo tipo de vírus da SIDA teve um grande impacto no diagnóstico da infeção VIH.

Em 2013 recebeu o Prémio Nacional de Saúde do Ministério da Saúde e em fevereiro deste ano, Odette Ferreira foi condecorada pelo Presidente da República numa cerimónia reservada, tendo recebido a grã-cruz da Ordem da Instrução Pública.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.