AlmadaOpinião

O Skate em Almada. 30 anos de história. Os protagonistas

Um artigo de António Matos vereador da CDU na Câmara Municipal de Almada

Desde a prática informal diária até aos inúmeros campeonatos nacionais, o Skate fixou morada em Almada.

A 5 de Junho de 1993 – faz hoje 30 anos – foi inaugurado o 1º Skate Parque de Almada, no novo Parque da Juventude, depois de um movimento de skaters ter

insistido junto da Presidente Maria Emília de Sousa pela necessidade deste equipamento. A Presidente viria a assumir perante eles o compromisso da sua construção, o que viria a acontecer em curtíssimo espaço de tempo.

Batizado pelos primeiros skaters de Almada como o Bruno´s Skate Parque, em homenagem a dois colegas recentemente falecidos, viria a ter um importante papel no desenvolvimento do Skate em Portugal.

Por aqui passaram gerações de skaters de todo o País

“Foi inaugurado há 28 anos… como passa depressa o tempo”, desabafava, há dois anos, o Rui “Dressen” Serrão, figura proeminente da geração dos “oldskaters” almadenses, que desfia o grande número de skaters que, ao longo dos anos ali encontrava a sua “segunda casa”: “Foram principalmente duas gerações no Brunos, começou com o Nuno Carvalho, Cláudio Clau-Clau, Rui Colaço, Carlos Ornelas, André Rodrigues, David Rato, Pedro Sousa, Carlos Mileu, Rómulo Pereira, Luís Cruz, Tiago Duarte, Pedro Filipe, Ivo Dias,

Rui Serrão. Depois veio o Tiago Matos, Pedro Matos, João Mendes, Tiago Fradique, Carlos Neves, Amir Issufo, Vitor Delgado entre outros”.

Pelo “novo” Brunos foram passando um grupo de miúdos, como foi o caso Bruno Senra, Tiago Pinto, Tomás pinto, Adilson Pedro e Fábio Dinis”, entretanto hoje a skatar por outros lados.

Ao longo da história do Skate, vários são os almadenses que têm sido campeões nacionais, sendo que Almada é considerada a grande cidade portuguesa do Skate. O BP está hoje no top nacional tendo sido campeão nacional 3 dos últimos campeonatos e regularmente representa Portugal fora do Pais nos campeonatos internacionais.

Em 2017, a gestão municipal de então inaugura, com a comunidade skater, o novo skate parque de Almada, que resultou da expansão e profunda transformação e ampliação do skate Parque anterior.

Este novo parque foi construído pela Câmara – responsabilidade técnica do Professor Paulo Mamede, com acompanhamento técnico presencial permanente dos skaters de Almada. Aqui, um destaque para o Rui “Dressen”. Para ele, a nossa gratidão.

Nos anos recentes tem regista-se um maior número de raparigas a andar de skate em Almada, tendo inclusivamente a Leonor Rodrigues, de 14 anos, conseguido um brilhante 2º lugar na primeira etapa do Campeonato Nacional (Categoria Open – Sénior), em Portimão, em Maio de 2023.

Outro facto que também tem sido claro é o cada vez maior número de Pais a acompanhar os seus filhos nas “skatadas”, não só enquanto espetadores e acompanhantes, mas, cada vez mais, a iniciarem esta modalidade, muitas vezes já depois dos 40 anos de idade.

A prática inter geracional da modalidade de skate, é a onda do momento.

Por tudo isto e na sequência do crescimento da modalidade, impõe-se a criação de mais e melhores condições de prática. A construção de um skate parque na Costa da Caparica e a de um skate parque indoor em Almada é a exigência dos novos tempos.

“Honra aos skaters de Almada”.

Viva Almada, capital nacional do Skate !


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *