AtualidadeDestaqueNacional

Novos suspeitos no caso SEF

Omissão de auxílio é a principal acusação.

- publicidade -

Passaram de testemunhas a suspeitos. De acordo com a TVI24, há sete novos suspeitos no caso SEF, a morte de Ihor Homeniuk nas instalações do SEF no aeroporto em Lisboa.

A mesma fonte adiante que o Ministério Público, pelas afirmações feitas durante o julgamento, quer acusar três altos cargos do SEF e quatro vigilantes da empresa de segurança privada de vários crimes. Os seguranças vão ser investigados por ofensas à integridade física graves e são também suspeitos de omissão de auxílio. Os mesmos assumiram que ataram o cidadão ucraniano com fita adesiva para o acalmar.

O coordenador do serviço de estrangeiros e fronteiras também é suspeito de omissão de auxílio, ao ver-se nas imagens de vigilância de espreitar para a sala onde Ihor Homeniuk se encontrava e de nada fazer. O inspetor chefe encontra-se na mesma situação, por não ter procurado saber mais, sabendo que o cidadão ucraniano estava algemado.

Três inspetores do SEF já foram condenados a penas de 7 e 9 anos, por ofensas à integridade física agravadas pela morte da vítima. No acordão, é referido que foi espancado e esteve em agonia 8 horas até morrer.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo