TV e Cinema

Novo programa de Cristina Ferreira com júri de 100 pessoas não terá sido autorizado pela DGS

- publicidade -

As gravações do “All Together Now”, o novo programa de Cristina Ferreira que conta com um júri de 100 pessoas arrancaram a 27 de janeiro.

Na altura a TVI divulgou em comunicado um lista de protocolos de segurança para o programa, onde reiterou que agia “em concordância com as orientações das autoridades de saúde competentes”, mas o jornal “I” avança que não terá sido autorizado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). 

O programa é gravado no Altice Arena que conta 5 metros de altura, um ecrã de led de 530 metros e uma bancada com espaço para 100 membros do júri.

“Recebemos [pedidos] para [autorizar] casamentos, comícios, reuniões. Para este programa, não. O que fica para o público, a quem fazemos tantos pedidos e exigências, é a imagem que autorizámos uma coisa desta dimensão, o que, frisamos, não aconteceu”, afirmou fonte oficial da DGS à “TV GUIA”.

Veja o comunicado da TVI:

A TVI confirma que hoje dia 27 de janeiro, tiveram início as gravações do programa “All Together Now”.

Como é do conhecimento geral, trata-se de um formato televisivo que pressupõe o envolvimento de algumas dezenas de pessoas, entre profissionais, concorrentes e jurados, razão pela qual o Pavilhão Altice Arena foi o local escolhido para as gravações.

Pelas suas características técnicas e dimensão, o recinto da Altice Arena tem capacidade para acolher milhares de pessoas. Permite, por exemplo, criar áreas distintas para que várias equipas possam estar a trabalhar ao mesmo tempo, cumprindo integralmente as regras de distanciamento social. Possibilita também que o arejamento dos espaços seja feito com regularidade, graças à quantidade de acessos para o exterior.

Acresce que, em concordância com as orientações das autoridades de saúde competentes, a TVI elaborou, atempadamente, um Plano de Contingência para garantir a segurança de todos os envolvidos. Tudo foi pensado ao pormenor, de forma a minimizar o risco de transmissão do coronavírus e transmitir segurança a todos quantos participem nas gravações.

Entre as medidas constantes do referido Plano, destacam-se:

– Realização de teste a todos os intervenientes no programa que estarão sem máscara;

– Medição de temperatura, desinfeção das mãos e atribuição de uma máscara nova a todas as pessoas que acederam ao recinto da Altice Arena (não serão admitidas máscaras sociais);

– Distribuição dos 100 jurados por 4 grupos, que vão circular desfasadamente entre Guarda Roupa // Salas de Maquilhagens // Camarins 100 // Ensaio e Briefing em estúdio // Almoço // Postos de Micagem e entrada para Bancada. Cada grupo de jurados terá 2 elementos da produção a acompanhar as movimentações e a garantir o cumprimento das regras de higiene e segurança;

- publicidade -

– Refeições servidas por turnos, em lugares alternados e devidamente identificados. Nos períodos de refeição haverá uma equipa de limpeza em permanência para garantir a desinfeção de cada lugar logo após a sua utilização;

– Limpeza dos WC assegurada de hora a hora, com registo;

– Proibição de circulação sem máscara;

– Colocação de acrílicos na bancada dos 100 jurados, para que não haja qualquer contacto entre eles. O equipamento de áudio atribuído a cada um é intransmissível;

– Desinfeção de todo o equipamento de áudio com álcool isopropílico, com proibição de troca de equipamento entre profissionais no decurso de cada programa.

Nunca, em momento algum, a TVI desencadearia este processo sem garantias de salvaguardada da saúde e segurança de todos os envolvidos na gravação do “All Together Now”.

A dimensão e a natureza do espaço, bem como o protocolo definido para a circulação e permanência de pessoas dentro da Altice Arena, deram a toda a equipa o conforto e a confiança necessários para avançar com as gravações do programa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui