Economia

Novo Banco com perdas de 5,5 mil milhões devido aos ‘grandes devedores’

Novo Banco diminuiu número de devedores mas viu aumentado valor da dívida

publicidade

São 35 os ‘grandes devedores’ em situação de incumprimento de pagamento de empréstimos ao Novo Banco.

O cliente “130”, que gerou uma perda de 2,9 mil milhões de euros ao Novo Banco, é o maior devedor mas a identidade deste grande devedor, ao contrário dos restantes, é conhecida: é o BES Angola.

Dos restantes, é mantida em segredo a respectiva identidade. O que se sabe é que tudo somado, o Novo Banco não viu devolvidos, nem pagos os juros, de 5,5 mil milhões de euros, que resultou da resolução do Banco Espírito Santo (BES).

Anualmente, em resultado da injeção de fundos públicos no Novo Banco através do Fundo de Resolução, o Banco de Portugal tem de revelar as grandes posições financeiras em situação de incumprimento.

O banco liderado por António Ramalho viu reduzir-se a lista de 36 para 35, de 2019 para 2020 mas o valor das perdas subiu: de 4,150 para 5.575 mil milhões de euros.

Há devedores que surgem com centenas de milhões de euros em falta perante o Novo Banco, mas também há muitos devedores, todos eles identificados por números, cujas perdas provocadas ao banco mais do que duplicaram neste período de 12 meses.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui